Notícias /

Oficina discute alimentação da criança indígena no sertão

28/11/2016 14:08

A Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), em parceria com o Distrito Sanitário Especial Indígena da Bahia (DSEI) e o Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF), dando continuidade ao Projeto: Conversando sobre Alimentação e Nutrição da Criança Indígena no Sertão Baiano, realizará oficinas com as mulheres e crianças indígenas, dessa vez nas aldeias localizadas nos municípios de Sobradinho, Curaçá e Abaré, de amanhã (29) até 2 de dezembro e de 13 a 16 de dezembro.

O projeto objetiva fortalecer as ações de aleitamento materno e alimentação complementar para os povos indígenas, e teve início em maio de 2014, nos municípios de Banzaê e Glória. É fruto de uma construção coletiva entre o Unicef, DSEI/Ba, Sesab, Secretaria da Justiça, Direitos Humanos e do Desenvolvimento Social (SJDHDS), Secretária de Educação (SEC) e Fundação Nacional do Índio (Funai).

Em Sobradinho, Curaçá e Abaré, no ano de 2015, a média anual de aleitamento materno exclusivo nas crianças menores de seis meses foi de apenas 28,32%, enquanto a média de aleitamento materno complementar foi de 71,67%. Em contrapartida, a recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) é que as crianças devem ser amamentadas até os dois anos de idade ou mais, e que 100% das crianças menores de seis meses devem ser alimentadas através do aleitamento materno exclusivo.

As oficinas serão centradas nas temáticas do aleitamento materno e alimentação complementar, considerando a importância de implantar e fortalecer ações que promovam melhorias de qualidade de vida para a população infantil. Nesta fase, a alimentação é reconhecida como um fator crucial para o saudável desenvolvimento físico e psicológico da criança. Salienta-se ainda a potencialidade da prática do aleitamento materno e da alimentação complementar apropriada na redução da mortalidade infantil, bem como na prevenção de doenças que comprometem o estado nutricional, a exemplo da diarréia.

Fonte: Área Técnica de Saúde Indígena/Coordenação de Promoção da Equidade/DGC
Nutrição/DGC

Notícias relacionadas