Notícias /

Sesab tem programação para o Dia Mundial de Luta contra a Aids

30/11/2016 13:55

Nesta quinta-feira, 1º de dezembro, se comemora o Dia Mundial de Luta contra Aids. Para marcar a data, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), através Diretora de Vigilância Epidemiológica (Divep) e do Centro Estadual Especializado em Diagnóstico, Assistência e Pesquisa (Cedap), realiza a partir de hoje uma programação voltada para o tema.

A equipe do Programa Estadual de DST/Aids e Hepatites Virais da Divep chama atenção para o uso do preservativo na prevenção da infecção. Estima-se que mais de 95% da população brasileira sabe que o uso do preservativo é a melhor maneira de prevenir a infecção pelo HIV. Esse alerta se deve ao fato de que nos últimos anos, pesquisas apontam uma queda no uso do preservativo, principalmente na população mais jovem.

Programação

Hoje (30), das 9 às 12h, acontece no Cedap, o Seminário de Atualização em Prevenção Combinada do HIV. Na oportunidade, serão realizadas as seguintes palestras: Leila Regina Amorim, fala sobre “Um novo olhar na prevenção do HIV”, Ailton Santos, fala sobre “Ampliando ações e combatendo estigmas e preconceito”, e Miralba Freira, diretora do Cedap, fala sobre “Avanços e perspectivas na atenção ao HIV/Aids”. Ainda hoje, em parceria com a Secretaria de Educação, acontece no Colégio Raymundo Matta, no Lobato, uma Oficina de Prevenção para jovens e professores da rede pública estadual.

Amanha, 1º de dezembro, acontece às 9h, uma Sessão Especial na Câmara Municipal de Salvador com o tema “Impacto do HIV/Aids na população jovem e Desafios nas respostas em Salvador”. O encontro será no Plenário Cosme de Farias, programado pela Comissão Organizadora da Semana Vermelha 2016. Às 16h, saindo do Cedap, no Garcia, será feita uma caminhada até o Campo Grande.

Na sexta-feira, 2 de dezembro, será a vez do “Simpósio Aids e Prevenção”, que acontece das 8h30 às 12h, no auditório do Centro de Atenção à Saúde Professor José Maria de Magalhães Netto (CAS). Ainda na sexta-feira, teremos uma Roda de Conversa com especialistas, que acontece no auditório do Complexo Municipal de Vigilância da Saúde.

Dados da doença na Bahia

Na Bahia, desde o primeiro caso notificado (1984) até novembro de 2016, foram registrados 27.523 casos de Aids. Desses, 17.357 (63%) são do sexo masculino e 10.166 (37%) do sexo feminino. De 2005 a novembro de 2016 na faixa etária de 15 a 24 anos, foram detectados 1.684 casos de Aids, sendo 55,1% em homens e 44,9 % em mulheres. De 2005 até novembro de 2016 foram registrados 6.160 óbitos por Aids, sendo 65,1% em homens e 34,9 % em mulheres.

L.S./M.Tb.909-Ba
/cespsaude/CE-DST-aids/dia

Notícias relacionadas