Notícias /

Hospital da Mulher atenderá público com 700 profissionais

04/01/2017 19:20

Atender todas as especialidades relativas à saúde da mulher. Manter prontas para o atendimento as dez salas cirúrgicas, bem como os 136 leitos. Garantir ainda o funcionamento do centro de diagnóstico, que inclui aparelhos como tomógrafo computadorizado, ultrassom e raio-X. Para isso tudo, a equipe do Hospital da Mulher, no Largo de Roma, que será inaugurado na próxima segunda-feira (9), já está preparada. São 125 médicos, 200 profissionais de apoio administrativo e logístico e 350 trabalhadores da área assistencial.

Com investimento superior a R$ 40 milhões, entre obras e equipamentos, o centro de referência estadual é uma oportunidade para pessoas como a auxiliar de serviços gerais Ariene Araújo, 30 anos, que mora em Cajazeiras. Segundo ela, a contratação é ainda mais importante neste momento de crise.

“Eu estava há nove meses sem trabalhar. Eu estou feliz de ver aqui várias pessoas com carteira assinada, com tanta gente desempregada por aí. E eu posso dizer: estou trabalhando no Hospital da Mulher. É uma satisfação grande fazer parte deste início. Vou poder dizer para a minha filha que eu vi como começou este hospital feito para nós, mulheres. Posso dizer também que vou ser atendida em caso de emergência. É uma honra muito grande”, afirma Ariene.

Capacitação continuada

Moradora de Castelo Branco, Solange Reis Costa, 33, está pronta para trabalhar no corpo de enfermagem. “É muito gratificante trabalhar no segundo maior hospital especializado no atendimento à mulher do País. É muito bom ver tudo acontecer desde o início. É uma satisfação enorme”.

Como destaque da unidade, Solange lembra a capacitação continuada. “Estamos passando por capacitação desde o início e, ao longo do trabalho, também vamos passar por outras capacitações. Estamos sempre aprendendo mais. Todo o corpo já está envolvido nessa ajuda mútua. Eu já aprendi sobre centro cirúrgico, material, cuidado com o paciente na chegada e UTI. Aprendi muito sobre ambulatório, que vai ser a minha área. A equipe me ajuda muito, orienta e dá um norte”, ressalta a enfermeira.

Seleção

A supervisora de Hotelaria, Higienização e Rouparia do Hospital da Mulher, Eliane de Jesus, explica como foi realizada a seleção dos funcionários. “As pessoas se inscreveram por e-mail. Foram recebidos mais de dez mil currículos. A seleção foi feita por setor. Hoje são mais de 700 pessoas já contratadas e temos um cadastro reserva de mais de 200 currículos. Na higienização, temos 20 cadastros reservas, na portaria são mais 15, recepção são 10 reservas e assim em todos os setores”.

Fonte: Secom

Notícias relacionadas