Notícias /

Hospital da Mulher é apresentado aos gestores municipais

09/01/2017 18:28

Na manhã desta segunda-feira (9) o Hospital da Mulher – Maria Luzia Costa dos Santos, localizado no Largo de Roma, em Salvador, foi apresentado aos gestores municipais durante encontro realizado na União de Municípios da Bahia (UPB).

O superintendente da Atenção Integral à Saúde, Jassicon Queiroz, ressaltou a importância da unidade, que receberá mulheres dos 417 municípios para realizarem tratamento nas áreas de ginecologia, mastologia, fertilidade assistida, dentre outros. Para isso, as pacientes deverão ser inscritas, pelas secretarias de saúde de cada município, no sistema de fila única para as cirurgias eletivas.

Além disso, o hospital prestará atendimento às mulheres vítimas de violência sexual, como explicou a diretora da Gestão do Cuidado, Liliane Mascarenhas. Ela acrescentou que nestes casos não há necessidade de agendamento prévio.

A presidente do Conselho Estadual dos Secretários Municipais de Saúde (Cosems), Stela Souza, elogiou a entrega de um hospital voltado para as mulheres e ressaltou que é muito importante a iniciativa dos técnicos da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) em apresentar, para os gestores municipais, a forma de operacionalização da nova unidade.

Ainda durante a apresentação, a diretora de Atenção Especializada, Alcina Romero, explicou que a parte do hospital dia terá importante papel na redução do tempo de internação, considerando que existem vários procedimentos em que a paciente pode ser liberada no mesmo dia sem comprometer sua recuperação. Destacou também que o tratamento oncológico terá todo suporte e a paciente não precisará esperar muito para iniciá-lo.

O hospital:

A unidade, que será inaugurada nesta tarde, é um centro de referência estadual e contará com dez salas cirúrgicas e 136 leitos, distribuídos da seguinte forma: 97 destinados à internação, dez leitos de UTI e 29 leitos para hospital dia. O centro de diagnóstico estará equipado com tomógrafo computadorizado, mamógrafo, ultrassom, doppler scan, raio-X e laboratório 24 horas.

Fluxo de atendimento:

Todos os procedimentos são agendados. Para isso as mulheres interessadas devem procurar uma Unidade Básica de Saúde em seu município para serem referenciadas para os serviços. As Secretarias Municipais são responsáveis por cadastrar as pacientes no sistema de fila única, que concentra a demanda dos 417 municípios e é gerido pelo Governo do Estado. O serviço estará organizado em regime ambulatorial, de Hospital-Dia e internação hospitalar, em caráter eletivo.

Notícias relacionadas