Notícias /

Consumo de álcool para pacientes com diabetes tem que ser na dose certa

10/02/2017 13:43

O consumo de álcool deve ser evitado pelos diabéticos porque as bebidas alcoólicas podem alterar as taxas de açúcar no sangue, tanto aumentando os valores da glicemia como diminuindo e causando hipoglicemia (quando o estômago está vazio, por exemplo). De acordo com as orientações da Sociedade Brasileira de Diabetes (SBD), para os diabéticos adultos a ingestão diária de etanol deve ser limitada a uma dose ou menos para as mulheres ou duas doses ou menos para os homens.

Uma dose corresponde a 150 ml de vinho (uma taça), ou 360 ml de cerveja (uma lata pequena), ou 45 ml de destilados (uma dose com dosador padrão), medida equivalente a 15 g de etanol. Segundo orienta a SBD, nestes casos deve ser ingerido com carboidratos antes e/ou durante o uso da bebida, sendo necessário em alguns casos, ajuste na dose de insulina. Se o exercício físico acompanhar a bebida (como acontece nas festas com danças), em período noturno, o monitoramento da glicemia deverá ser feito durante a noite e no dia seguinte

Os cuidados no consumo de bebidas alcoólicas fazem parte do Manual Diabetes – O que fazer em Situações Especiais , do Dr. Walter J. Minicucci, endocrinologista, e médico assistente de Endocrinologia e Metabolismo da Unicamp (São Paulo), que o Centro de Diabetes e Endocrinologia da Bahia (Cedeba) está divulgando para ampliar os conhecimentos dos diabéticos no Verão, tempo de mais viagens, férias e mudança de rotina. Walter J. Minicucci atua na área de diabetes há mais de 30 anos, inclusive em educação em diabetes, organizando e coordenando grupos multiprofissionais de atendimento, produzindo materiais educativos para médicos e pacientes, tais como vídeos educativos, folhetos e manuais.

De acordo com o manual, se beber cerveja, não exagere na comida, pois esta bebida tende a aumentar mais as taxas de açúcar do que o vinho. Se for bebida destilada, vodka, pinga, uísque ou rum, coma alguma coisa junto, não fique de estômago vazio, porque há o risco de uma queda das taxas de açúcar (hipoglicemia) possivelmente grave!

Pessoas que tomam muita cerveja e têm diabetes podem acabar com taxas altas de glicemia e difícil controle. Além disso, podem ganhar peso, o que piora e dificulta o controle do diabetes. Vinho em pequenas quantidades geralmente é permitido na dieta das pessoas com diabetes. Tente beber sempre o menos possível. Mas, converse com seu médico.

Segunda – feira ( 13 de fevereiro) o Cedeba encerra a série baseada no Manual do Dr. Walter J. Minicucci, enfocando as regras básicas para o tratamento do diabetes, para evitar e retardar as complicações associadas à doença e que reduzem a qualidade de vida.

Ascom Cedeba
/cedeba/consumo de álcool

Notícias relacionadas