Notícias /

Governo implanta consórcios para construção de duas policlínicas

15/03/2017 20:04

Exames solicitados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) poderão ser feitos gratuitamente e com mais facilidade por mais de 1,7 milhão de moradores de 33 municípios. Nesta quarta-feira (14), no Salão de Atos da Governadoria, o governador Rui Costa implantou consócios de saúde na região de Alagoinhas e Região Metropolitana de Salvador (RMS). Durante o evento, ele também garantiu a construção de uma policlínica para cada um dos consórcios.

“Com muito orgulho, nós estamos redesenhando a saúde pública no estado da Bahia. Para nossa alegria, a gente percebe que há uma reflexão nacional e o Ministério da Saúde começa a reafirmar esse caminho, que é o da regionalização da saúde”, afirmou Rui, lembrando que se comprometeu, no início da gestão, a regionalizar a saúde na Bahia, antes concentrada em Salvador. “Não está correto que 82% da população saia das suas cidades para vir à capital fazer exames, cirurgias e outros procedimentos”.

As novas policlínicas serão construídas em Alagoinhas e Simões Filho. Segundo o governador, existem mais de 200 hospitais na Bahia, mas a maioria não faz cirurgias, nem partos. “Em países como a Alemanha, as pessoas chegaram à conclusão de que é melhor ter um hospital que resolva o problema de muitas pessoas do que vários hospitais que não resolvem nada. Temos que redesenhar este modelo e as policlínicas vêm nessa direção”.

Rui explicou ainda a participação do Estado e dos municípios nas policlínicas. “Cada policlínica receberá o investimento de aproximadamente R$ 22 milhões, entre obras e equipamentos, e 100% deste investimento é bancado pelo Estado. Já a manutenção será compartilhada entre o Estado, que financiará 40% dos custos, e os municípios consorciados, que vão cobrir os 60% restantes, proporcionalmente à sua população”.

Mais saúde no interior

Na ocasião, Moema Gramacho, prefeita de Lauro de Freitas, na RMS, lembrou que mesmo com a prevenção, as pessoas precisam de médicos e exames especializados. “E tudo isso é muito caro. Para municípios maiores e mais ricos, isso já é difícil, imagine para os menores. Esta iniciativa vem resolver este problema, com a cooperação entre os municípios”.

Para Maria das Graças, prefeita de Araçás, município da região de Alagoinhas, a policlínica vai ser de grande importância. “Vamos deixar de trazer os pacientes que saem de madrugada para Salvador. Agora, eles poderão fazer os exames em Alagoinhas, que é bem mais próximo. Nós queremos, com essa policlínica, melhorar bastante a saúde em nossos municípios”.

Secom
Consórcio/Alagoinhas Simões Filho

Notícias relacionadas