Notícias /

Parceria Sesab/Fundac qualifica sobre o SUS para a gestão do Sistema Socioeducativo

21/03/2017 17:18

Com o objetivo de contribuir para a qualificação da atuação dos profissionais da Fundação da Criança e do Adolescescente (Fundac) na atenção integral aos socioeducandos, a Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), via Diretoria de Gestão do Cuidado (DGC), dá início, nos dias 23 e 24, ao processo formativo intitulado “Sistema Socioeducativo e SUS: Garantindo direitos e fortalecendo o cuidado”, que ocorrerá em módulos ao longo do ano de 2017.

Esse trabalho, que acontecerá no Auditório João Gonçalves, do Pavilhão de Aulas Reitor Felipe Serpa/UFBA, Campus de Ondina, das 8 às 17h, é voltado para gerente da unidade, coordenadores técnicos, coordenadores de articulação pedagógica, segurança e administrativos, enfermeiras, psicólogas, assistentes sociais, assistentes jurídicos e socioeducadores. O 1o. Módulo abordará o tema “Conhecendo e Entendendo o SUS”.

A Fundac é uma entidade vinculada à Secretaria de Justiça, Direitos Humanos e Desenvolvimento Social (SJDHDS), responsável pela gestão do sistema socioeducativo na Bahia, sendo necessária a parceria com a Sesab no desenvolvimento das ações voltadas para a melhoria da saúde dos adolescentes e jovens, em consonância com as diretrizes da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde de Adolescentes em Conflito com a Lei, em Regime de Internação e Internação Provisória (PNAISARI) – Portaria MS nº 1.082/2014.

A Portaria MS nº 1.082/2014 estabelece novos critérios e fluxos para adesão e operacionalização da atenção integral à saúde de adolescentes em situação de privação de liberdade, em unidades de internação e de internação provisória. Prevê também a elaboração do Plano Operativo que tem por objetivo estabelecer diretrizes para a implantação e implementação de ações de saúde que incorporem os componentes da Atenção Básica, média e alta complexidade com vistas a promover, proteger e recuperar a saúde da população adolescente em regime de internação e internação provisória, além de descrever as atribuições e compromissos entre as esferas municipal e estadual de saúde e da gestão do sistema socioeducativo estadual na provisão dos cuidados em saúde dos/das adolescentes.

Fonte: DGC
/saúde da criança/Fundac

Notícias relacionadas