Notícias /

Pesquisa com pacientes do Creasi é apresentada nos Estados Unidos

24/03/2017 14:19

“Comparação entre os efeitos dos exercícios através do treino funcional, bicicleta estacionária e exergame na Doença de Parkinson: um ensaio clínico randomizado” é o título da pesquisa que está sendo realizada com pacientes do Centro de Referência Estadual de Atenção à Saúde do Idoso (Creasi), pelos pesquisadores Karen Trippo e Daniel Domínguez, fisioterapeutas e professores da Universidade Federal da Bahia (Ufba), e que foi apresentada em fevereiro, na Flórida (Estados Unidos), durante o 1º Congresso Panamericano de Doença de Parkinson e Distúrbios do Movimento.

Nos Estados Unidos, Karen Trippo apresentou dois posters com dados observados através de estudo composto por uma amostra com 36 pacientes do Creasi, que estabeleceu uma comparação entre os efeitos dos exercícios treino funcional, bicicleta estacionária e exergame, sobre a aptidão cardiorespiratória, postura, controle postural, funções executivas, qualidade de vida e funcionalidade de pacientes com a Doença.

Para a professora Karen, “foi motivo de orgulho representar o Creasi e a Ufba no exterior”. De acordo com a pesquisadora, “compartilhar conhecimentos e possibilitar parcerias com pesquisadores de ponta, que certamente contribuirão para o andamento de nossas pesquisas, tanto a atual quanto as futuras, fará avançar a disciplina clínica e científica”, acrescentou.

O fisioterapeuta Daniel Dominguez destacou a importância de mostrar à comunidade científica internacional os resultados de uma pesquisa clínica, realizada por pesquisadores baianos, e ressaltou que “apresentar os dados preliminares de nosso ensaio clínico no Pan American Parkinson’s Disease and Movement Disorders Congress foi um passo importante para divulgar os avanços no tratamento fisioterapêutico para pacientes idosos com Doença de Parkinson.”

O trabalho científico está sendo desenvolvido na unidade desde 2015 e será concluído ainda este ano. Em 2016, os pesquisadores divulgaram os resultados no 8º Congresso Internacional de Fisioterapia e apresentaram ao corpo técnico do Creasi, evidenciando a importância do estudo para o tratamento dos pacientes do Centro.

Ascom Creasi
/idoso/Creasi em USA

Notícias relacionadas