Notícias /

Sessão do Cedeba discute monitorização contínua de glicose

31/03/2017 19:04

Visão global da glicemia ao longo do dia sem que o paciente diabético precise fazer glicemia capilar (ponta de dedo). Esse avanço é obtido com a Monitorização Contínua de Glicose para Ajuste Glicêmico, que utiliza um monitor conectado a um cateter usado sob a pele. É sobre esse tema a sessão mensal de atualização em diabetes que o Centro de Diabetes e Endocrinologia da Bahia (Cedeba), por meio da Coordenação de Educação e Apoio à Rede (Codar), realiza na próxima terça-feira (04 de abril), das 9 às 11h30 no auditório do Centro de Atenção à Saúde (CAS).

Será palestrante o endocrinologista do Cedeba e professor da Faculdade de Medicina da UNEB, Fernando Giuffrida. Ele observa que a monitorização contínua de Glicose para Ajuste Glicêmico é indicada para os pacientes que apresentam maiores variações glicêmicas (diabetes lábil). Para o paciente representa praticidade e menos desconforto, porque evita as várias picadas no dedo, necessárias à realização da glicemia capilar.

As sessões de atualização em diabetes têm como clientela as equipes multidisciplinares das unidades de Saúde da Família, Centros Referenciais Regionais e estudantes da área de Saúde. Sempre na primeira terça-feira do mês, a sessão desta semana terá exposição oral com discussão dialogada e oficina prática.

Ascom Cedeba
/cedeba/monitorização