Notícias /

Comunidade do HGRS passa por teste para conferir a qualidade da higienização das mãos

23/05/2017 18:45

Quem passou pelo Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) nesta terça-feira (23) teve a oportunidade de aprender a higienizar as mãos corretamente. Em atenção ao Mês de Controle das Infecções Hospitalares, a Comissão de Controle de Infecção Hospitalar (CCIH) da unidade promoveu uma campanha itinerante para alertar sobre a importância da higiene das mãos. A ação aconteceu com o auxílio de uma caixa preta com luz negra e creme com neon.

Após a experiência, que consistia em colocar as mãos na caixa escura para checar se a higienização das mãos havia sido feita corretamente, funcionários e pacientes do hospital se surpreenderam. Quase ninguém escapou dos resquícios de sujeira, mesmo tendo se submetido à lavagem criteriosa das mãos.

“A lavagem das mãos é um processo que não pode ser muito rápido. Na técnica certa, temos etapas como lavar os dorsos, os punhos e as pontas dos dedos, que são passos importantes para evitar contaminações”, explicou Verônica Diniz, infectologista da CCIH-HGRS.

A equipe da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar local percorreu setores fundamentais da instituição, tais como a Emergência, Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Emergência, Unidade de Acidente Vascular Cerebral (UAVC), UTI Geral, UTI Neurológica, UTI Pediátrica e UTI Cirúrgica. Em todos eles, foram distribuídas amostras de álcool gel.

O álcool gel em concentração 70% também pode ser utilizado para higienizar as mãos. No entanto, conforme recomendação do Ministério da Saúde, a lavagem não deve ser substituída pelo álcool se as mãos estiverem com sujeira aparente ou em situações de alta contaminação, como após usar o banheiro. A higienização das mãos faz parte dos seis passos pela segurança do paciente, preconizados pelo órgão federal.

Na avaliação do diretor-geral do HGRS, José Admirço Lima Filho, o trabalho preventivo desenvolvido pela CCIH é essencial para qualificar constantemente a assistência oferecida na unidade: “essa é uma atividade de conscientização que precisa ser rotineira, afinal o simples fato de lavar as mãos pode salvar vidas. É importante exigir das equipes médica e de enfermagem a lavagem de mãos antes de qualquer procedimento”.

Ascom hGRS
/hgrs/higienização das mãos

Notícias relacionadas