Notícias /

EFTS fortalece Rede Cegonha com qualificação de Agentes Comunitários de Saúde em Catu

24/07/2017 20:14

Em conformidade com a estratégia de fortalecimento da Rede Cegonha e do Pacto pela Saúde, a Escola de Formação Técnica em Saúde (EFTS) iniciou o Curso de Aperfeiçoamento na Prevenção da Mortalidade Materna Infantil (RMMI), no município de Catu. A qualificação contemplará 117 Agentes Comunitários de Saúde (ACS), até o mês de agosto.

Desde 2011, a EFTS atua estimulando a reflexão sobre práticas pedagógicas em saúde, com objetivos centrados na promoção e prevenção na linha do cuidado à mulher no período gravídico-puerperal, recém nascido e criança menor de dois anos, visando à redução dos índices de mortalidade durante estes períodos. A ação atende a uma das metas do Ministério da Saúde para organizar a rede de cuidados à saúde da mulher e da criança, especialmente nas regiões da Amazônia Legal e Nordeste – que possuem os maiores índices de mortalidade materna e infantil.

Município de Catu

Em Catu, a qualificação está sendo dividida em duas etapas: a primeira, iniciada em 17 de julho, com encerramento previsto para o dia 27 de julho, contempla 70 ACS e, a segunda etapa, que será realizada entre os dias 01 a 10 de agosto, contemplará 47 ACS. As qualificações estão sendo acompanhadas pela Coordenadora da Vigilância Epidemiológica de Catu, Lindacy Maurício, e as enfermeiras da Estratégia de Saúde da Família estão exercendo a docência do curso, após capacitação pedagógica realizada pela EFTS.

Conforme a Apoiadora descentralizada da EFTS, a enfermeira Ana Clelia de Freitas, o curso será ainda utilizado como oportunidade para problematização do perfil dos indicadores municipais, cobertura vacinal e impulsionará a elaboração de propostas para a Conferência Municipal de Saúde e o Plano de Saúde 2018-2021.

O curso possui carga horária total de 60 horas, distribuídas em 52 horas de concentração/teoria e oito horas de atividades práticas em serviços. As aulas estão acontecendo na sala de reunião da Secretaria de Saúde de Catu e na sede da Escola ESANY.

Fonte: Efts
/efts/ACS

Notícias relacionadas