Notícias /

Cedap na campanha do “Julho Amarelo”

27/07/2017 19:15

Julho é o mês em que ocorre a Campanha Mundial de Combate às Hepatites Virais, especialmente, as Hepatites B e C, que podem cronificar. Amanhã, dia 28, é o dia D da campanha, que visa reduzir a infecção, ampliar o diagnóstico e chamar atenção para a importância lembrar dos tratamentos.

A médica hepatologista Delvone Gil Almeida, coordenadora do Núcleo de Inclusão e Adesão ao Tratamento do Centro Estadual Especializado em Diagnóstico, Assistência e Pesquisa (Cedap), explica que para a hepatite B, a vacina é distribuída em toda rede. Já para hepatite C não há vacina, mas há tratamento e cura em mais de 90% dos casos. O tratamento é um grande avanço e o SUS distribui as medicações consideradas de alto custo atualmente.

A hepatite C associa-se a doenças cutâneas, hematológicas, articulares, oculares, dentre outras. Calcula-se que mais de 2 milhões de indivíduos no Brasil tenha hepatite C sem saber, por isso é importante realizar testes diagnósticos na rede SUS.

Embora a maioria dos casos seja assintomática inicialmente, os vírus C e B podem levar à cirrose e carcinoma hepatocelular, portanto, precisa-se ampliar a testagem e diagnóstico.

O CEDAP realiza estes testes diariamente no CTA e dispõe, em seu corpo clínico, de hepatologistas e infectologistas para o atendimento dessa condição. Destaca-se ainda a participação da ONG Vontade de Viver no esforço da testagem, palestras e atendimento de pacientes diagnosticados.

Fonte: Cedap
Cedap/Julho

Notícias relacionadas