Notícias /

Crianças internadas no Hospital Roberto Santos ganham apresentação do Le Cirque

03/08/2017 22:21

Pacientes de pediatria do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), tiveram uma tarde de encanto e fantasia, nessa quinta-feira (3). Membros do tradicional circo francês, Le Cirque, visitaram a unidade e fizeram um espetáculo exclusivo para cerca de 50 crianças que estão internadas nas unidades de tratamento infantil e seus familiares. A visita teve apresentações de palhaço, malabarista e mágico.

De acordo o coordenador de pediatria do HGRS, Dilton Mendonça, a iniciativa ajuda a melhorar o dia dos pacientes e familiares que aguardam na unidade por tratamentos e cirurgias. “Esse trabalho de humanização traz o mundo criança para dentro do hospital, seja feito com música, ou, no caso de hoje, com atividades de circo. Sem dúvida nenhuma, isso reflete muito na terapêutica da criança, durante o período que ela está internada, principalmente nos casos de pacientes que ficam muito tempo no hospital”, afirma.

As apresentações fizeram a alegria das crianças e de seus pais. O pequeno Raylon Cerqueira, de cinco anos, nunca tinha indo num circo, e gostou muito do mágico. “Ele fez uma mágica muito legal e eu adorei.” Flávia Cerqueira, mãe de Raylon também ficou feliz. “Isso aqui ajuda bastante, não apenas as crianças, mas também os pais. É algo que traz uma leveza. A pediatria hoje aqui tá com uma energia muito melhor. Gostei muito”, afirma.

A trupe de visitantes percorreu as alas pediátricas de enfermaria, emergência e tratamento intensivo. Para o diretor do Le Cirque, Stevan Stevanovich, a iniciativa é uma oportunidade de levar amor a quem precisa “Quem tá aqui, está recebendo um tratamento médico para o corpo, muito não podem sair para ir ver uma apresentação nossa, por isso nós viemos fazer nossa parte trazendo um tratamento pro emocional dessas crianças. Os pais também se alegram, o que é muito bacana”.

O HGRS é referência em pediatria em todo o estado e no norte nordeste, recebendo casos de média e alta complexidade. O objetivo da parceria com Le Cirque é melhorar a vivência dos pacientes dentro do hospital, como explica o diretor geral do hospital, José Admirço Filho. “O tratamento dessas crianças não é apenas remédio, fisioterapia e acompanhamento de enfermagem, mas também passa por ações com as famílias e ações de terapia ocupacional e psicologia para uma recuperação plena. Esse foi um projeto piloto e com certeza vamos levar adiante”.

Notícias relacionadas