Notícias /

Profissionais dos CAPs serão capacitados para atenção a pessoas em risco de suicídio

08/08/2017 22:07

O Núcleo de Estudo e Prevenção de Suicídio (NEPS), um serviço do Centro Antiveneno (Ciave), da Secretaria da Saúde da Saúde do Estado (Sesab), promove

Amanhã (9), das 8 às 18 horas, no auditório da Faculdade Baiana de Medicina e Saúde Pública, no Campus do Cabula, o I Curso de Intervenção Multidisciplinar na Atenção a Pessoas em Risco de Suicídio, destinado a profissionais lotados nos Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) de Salvador, com a finalidade de instrumentalizá-los tecnicamente para a intervenção juntos aos usuários acompanhados nessas unidades.

O curso integra o Programa Estadual de Prevenção do Suicídio/Bahia, que entre as principais ações prevê a implantação de 10 Núcleos Regionais de Estudo e Prevenção do Suicídio – NEPS/Regionais, seguindo o modelo do NEPS Estadual, e a implantação de um Programa de Educação Permanente.

Nesse primeiro momento, serão contemplados profissionais da cidade de Salvador, divididos em dois grupos – o segundo curso acontecerá em . Para os profissionais dos CAPS do interior do Estado, o treinamento será a partir do próximo ano. Segundo a psicóloga e psicanalista Soraya Carvalho, idealizadora e coordenadora do NEPS, a capacitação tem como principal objetivo oferecer informações teóricas e práticas sobre o suicídio e discutir manejos técnicos do paciente em risco de suicídio nas diversas áreas da assistência: psicologia, psiquiatria, terapia ocupacional, enfermagem, serviço social.

AGENTES MULTIPLICADORES

A psicóloga Soraya Carvalho conta que o Programa Estadual de Prevenção do Suicídio prevê também a realização de cursos para profissionais da saúde geral e da atenção básica, para capacitá-los para a identificação das pessoas em situações de risco para o suicídio, possibilitando o diagnóstico precoce e encaminhamento para tratamento especializado. Em um segundo momento esses cursos serão disponibilizados para educadores, policiais, bombeiros, etc.

Em razão de as tentativas de suicídio representarem aproximadamente 30% dos casos atendidos no Ciave, em 1991, foi inaugurado o Serviço de Psicologia, para tratar do segmento específico do suicídio. Desde sua criação, o serviço presta acompanhamento psicológico durante a internação no HGRS aos pacientes que tentaram o suicídio, iniciando na emergência, se estendendo às enfermarias, unidades de terapia intensiva (UTI) e, após a alta hospitalar, através do tratamento psicoterápico ambulatorial, pelo tempo que se fizer necessário.

Ao longo dos anos, verificou-se a necessidade da ampliação desse serviço de atenção psicológica ao paciente que havia tentado suicídio, para oferecer à comunidade um serviço multidisciplinar que desenvolvesse ações de caráter não somente assistencial, como também preventivo, a pacientes em risco de suicídio. Foi criado então, em 2007, O Núcleo de Prevenção e Estudos do Suicídio – NEPS”, ambulatório que desenvolve ações que englobam psicoterapia, psiquiatria, terapia ocupacional individual e de grupo, enfermagem e acompanhamento em reuniões familiares de caráter informativo, além de orientação e acolhimento.

Atualmente, o NEPS conta com os projetos: Espaço de Leitura: uma biblioteca destinada aos usuários; Ciranda Literária: espaço para compartilhar e discutir os assuntos dos livros locados na biblioteca; Núcleo de Cinema e Vídeo (CINEPS); Jornal Galera Vida NEPS; Oficina de Criação Literária, entre outros. A equipe do NEPS é formada por dois psicólogos, três psiquiatras, dois terapeutas ocupacionais, uma enfermeira, um Residente em Psicologia e dois apoios administrativos.

Ascom/Sesab
Ciave/caps1

Notícias relacionadas