Notícias /

Maternidade de Referência sedia reunião da Estratégia Qualineo na Bahia

22/08/2017 21:17

Lançado em julho na Bahia, o conjunto de ações para reduzir a mortalidade neonatal denominado “Estratégia Qualineo” completou um mês no estado e os líderes das três unidades de saúde participantes estiveram reunidos na Maternidade de Referência Prof. José Maria de Magalhães Netto, na última sexta-feira (18), para alinhar os planos e contabilizar os avanços nos primeiros 30 dias de trabalho.

Além de representantes da Maternidade de Referência, médicos, enfermeiros e técnicos do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), Maternidade Climério de Oliveira (MCO) e da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) estiveram presentes.

A responsável técnica pela área de Saúde da Criança da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), Lilia Embiruçu, mediou o encontro e explicou que a meta é realizar reuniões como esta uma vez por mês, junto com o Estado, e que os resultados sejam contabilizados ao final do planejamento.

“Já há um entendimento que a gente precisa discutir a estratégia de atendimento ao recém-nascido na Bahia. As respostas não oficiais já poderemos perceber no dia a dia do nosso trabalho, mas os dados oficiais serão tabulados ao final de dois anos”, disse.

No encontro, representantes das três maternidades apresentaram planos de ação e discutiram possíveis soluções para a melhora da assistência. De acordo com Dina Lúcia Daltro, coordenadora da UTI Neonatal do HGRS, a troca de ideias em conjunto auxilia em soluções para outras unidades e, com o apoio do Ministério da Saúde, os problemas mais complexos são levados aos órgãos maiores da União.

“Existem problemas que temos uma resolução mais fácil e outros que envolvem gestores maiores, que começam a ser encaminhados aqui. Essas propostas são elencadas pela coordenadora da Qualineo na Bahia e as demandas são levadas para o Ministério da Saúde”, comentou.

Qualineo na Maternidade de Referência

Tereza Paim, coordenadora da Neonatalogia da Maternidade de Referência, afirmou que a unidade já busca a melhora em todas as áreas, envolvendo todos os colaboradores para atingir a meta do Ministério da Saúde de reduzir o número de mortes de recém-nascidos no estado baiano.

“Nossa perspectiva de melhora no atendimento é para ontem, é para já! Quanto mais rápido trabalharmos com isso, melhor. Primeiro, porque somos hospital-escola. Segundo, porque priorizamos a qualidade assistencial. Então todos estão buscando a melhoria da qualidade em cada pedacinho de trabalho para ser um facilitador na construção da assistência e termos esse título de qualidade”, finalizou.

Ascom Maternidade Referência

Maternidade José Maria/qualineo

Notícias relacionadas