Notícias /

XI Congresso Brasileiro de Doenças Cerebrovasculares destaca avanços no tratamento ao AVC

05/10/2017 19:34

Uma das principais causas de óbitos no país, o acidente vascular cerebral (AVC) está sendo discutido no XI Congresso Brasileiro de Doenças Cerebrovasculares, que está acontecendo no Centro de Convenções do Bahia Othon Palace Hotel, em Salvador. A abertura do evento, que aconteceu nesta quinta-feira (5), contou com a participação do secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, representando o governador Rui Costa. O evento, que teve início nesta quarta-feira (4) e vai até amanhã (6), está reunindo cerca de mil participantes de 22 estados brasileiros, além de palestrantes de outros países.

Em sua exposição, o Secretário falou do trabalho que vem sendo desenvolvido na Bahia para atenção ao AVC, problema que só este ano, até setembro, causou 2.156 óbitos. “Estamos participando de um comitê estadual de desenho de um programa de atenção ao AVC, coordenado pelo professor Aroldo Bacellar, e o resultado desse trabalho, que está próximo de concluir, é um grande plano estadual que atua tanto na prevenção quanto no tratamento do episodio isquêmico ou hemorrágico e na reabilitação desses pacientes”, afirmou Fábio Vilas-Boas.

Vilas-Boas também destacou a expansão que será feita do atendimento no interior do estado com a construção de policlínicas, que contarão com serviço de neurologia, para acompanhar esses moradores. “Até o final do ano serão inauguradas quatro policlínicas. A expectativa é chegarmos a 28 no total”, informou. Ele ainda pontuou a estruturação de 52 pontos de atendimento para Telemedicina, onde os pacientes com diagnóstico de AVC ou infarto agudo do miocárdio serão assistidos em suas regiões por médicos que terão o auxílio de especialistas que estarão em uma Central de Telemedicina, em Salvador.

Outro grande avanço pontuado por Fábio Vilas-Boas é a construção do Hospital Metropolitano, em Lauro de Freitas. De acordo com o Secretário, a unidade contará com uma unidade para atendimento ao AVC, sendo referência para a capital e Região Metropolitana.

Notícias relacionadas