Notícias /

Atividades são realizadas pelo Ciave na Semana da Criança

16/10/2017 13:36

Na Semana da Criança, o Centro de Informações Antiveneno (Ciave) participou de diversas ações como parte da Campanha “Semana Criança Segura”. Entre os dias 9 e 11, técnicos do Centro divulgaram, junto aos usuários do Hospital Geral Roberto Santos (ambulatório, enfermaria e emergência pediátrica), orientações sobre prevenção de acidentes envolvendo crianças, com distribuição de material informativo.

Representando o Ciave, a médica Carli Ventura participou do Seminário Criança Segura, realizado na Escola Superior da Defensoria Pública do Estado da Bahia, no Canela. Já no dia 11, ocorreu audiência pública sobre o tema “A Segurança das Crianças no Consumo de Produtos Infantis”, no auditório Emerson José, do Anexo da Câmara dos Veadores de Salvador. Neste evento, o farmacêutico Jucelino Nery explanou sobre “A Intoxicação Aguda em Crianças”. Segundo o representante do Ciave, a maioria (58%) das intoxicações registradas pelo Ciave ocorreu no ambiente doméstico. Destas ocorrências, 34% envolveram crianças, tendo como principais agentes os medicamentos, animais peçonhentos, domissanitários e produtos químicos.

A “Semana Criança Segura” foi instituída pela Rede de Consumo Seguro e Saúde (RCSS), com o objetivo de alertar a população para os riscos de acidentes envolvendo as crianças e promover a prevenção dessas ocorrências. Geralmente, as atividades antecedem o Dia das Crianças. Este ano, diversos órgãos e entidades integrantes desenvolveram ações relacionadas ao tema, no período de 4 a 11 desse mês.

A Rede de Consumo Seguro e Saúde (RCSS) é resultado de um trabalho integrado dos países membros da Organização dos Estados Americanos (OEA), constituindo-se uma ferramenta a serviço dos consumidores e autoridades da região para troca de experiências, difusão de informações e educação sobre segurança dos produtos e seu impacto na saúde.

A Bahia foi o primeiro estado brasileiro a implantar a RCSS, denominada RCSS-BA. Trata-se de uma articulação interinstitucional, com o objetivo de promover o compartilhamento de informações referentes ao consumo seguro e a saúde, de modo a criar as bases de um sistema unificado, relacionado ao tema, no território do Estado da Bahia, além de estimular a disseminação da educação para o consumo seguro, fortemente influenciado pela cultura da prevenção.

A RCSS-BA foi formalizada através do Acordo de Cooperação Técnica nº 001 SJCDH/2014, assinado em 06 de Junho de 2014, fruto do compromisso inicialmente assumido pelo Instituto Baiano de Metrologia e Qualidade (IBAMETRO), Superintendência de Proteção e Defesa do Consumidor (PROCON) e Diretoria de Vigilância Sanitária e Ambiental (DIVISA) e, posteriormente, pelas adesões dos parceiros.

O Centro de Informações Antiveneno da Bahia (CIAVE-BA) passou a integrar a RCSS-BA em 2015, e atua como serviço sentinela para os casos de intoxicação envolvendo situação de consumo.

Fonte: Ciave
Ciave/criança

Notícias relacionadas