Notícias /

Feira comercializa produtos confeccionados por educandos do Qualifica Bahia

27/10/2017 18:17

Entre os dias 30 de outubro e 1º de novembro, acontece a Feira de Produtos do Programa Qualifica Bahia, das 9 às 16 h, no subsolo da Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), no Centro Administrativo da Bahia, em Salvador.

Na oportunidade, serão comercializados itens de alimentação e vestuário confeccionados por trabalhadores dos cursos de Panificação, Técnicas de Congelamento, Doces e Salgados, Beneficiamento da Mandioca, Apicultura, Corte e Costura e Preparação de Acarajés, executados pela Associação Dom Bosco, Fundação Antônio Almeida (Fundal), Instituto de Projetos e Gerenciamento (INPG) Instituto Aliança e Comunidade Cidadania e Vida (Comvida) na capital baiana.

O objetivo da feira é mostrar os resultados do aprendizado e oferecer aos educandos alternativas de geração de renda, incentivando à formação de cooperativas e a atuação como microempreendedores individuais.

Qualifica Bahia

Realizado com recursos do Fundo Estadual de Combate e Erradicação da Pobreza (Funcep), o programa é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Setre, com o objetivo de promover a formação social e profissional das trabalhadoras e trabalhadores baianos.

Nesta etapa, foram disponibilizadas 2.080 vagas em 55 municípios de 20 territórios de identidade. Os cursos oferecidos gratuitamente têm carga horária de 200 horas, distribuídas entre conteúdos sociais e específicos, e atendem às cadeias produtivas de Alimentos, Beleza e Estética, Construção Civil, Arte e Cultura, Agricultura Familiar, Metal Mecânica, Tecnologia da Informação, entre outras.

Ascom SetreO Dia Mundial do Acidente Vascular Cerebral (AVC) é neste domingo (29/10). Por isso, neste final de semana, a Campanha Nacional de Combate ao AVC realiza distribuição de informativos e orientações sobre a prevenção ao AVC na Praça da Revolução de Periperi no sábado (28/10) e ações educativas na Avenida Magalhães Neto e no Dique do Tororó no domingo (29/10). As atividades ocorrem durante todo o dia nestes locais.

O objetivo da Campanha que teve início no dia 21 é provocar as pessoas para encontrar um razão na vida que as motive para prevenir o Acidente Vascular Cerebral (AVC). “Qual o seu motivo para prevenir um AVC?” é a pergunta feita para a população, nas diversas peças publicitárias produzidas e veiculadas em todo o país durante o período da campanha. A Campanha Nacional de Combate ao AVC realizada no Brasil é uma das ações promovidas em todo o mundo pela Organização Mundial do AVC (WSO), com a finalidade de alertar e orientar a população sobre esta doença.

Em Salvador, durante a Campanha Nacional de Combate ao AVC, diversas ações já aconteceram. Farol da Barra, Dique do Tororó e estações de transbordo como o terminal do Retiro foram os locais destinados à divulgação da campanha.

De acordo com os dados estatísticos fornecidos pelo Ministério da Saúde (MS), em 2015, o AVC foi fatal para mais de 100 mil pessoas. Isso significa que, diariamente, cerca de 300 pessoas morrem vítimas do AVC no Brasil. O estado da Bahia teve neste período o total de 6.795 óbitos motivados pelo AVC, uma média de 19 pessoas vitimadas diariamente pela doença.

Outra estatística também precisa ser considerada é a incapacidade provocada na pessoa após o AVC. Este fato coloca a doença como uma das principais causas de afastamento das rotinas cotidianas e funcionais, trazendo enormes custos financeiros e sociais para o país, além de desestruturar toda a organização familiar do paciente. Para se ter idéia, em 2015, no Sistema Único de Saúde (SUS), mais de 228 mil pessoas foram hospitalizadas no Brasil com o diagnóstico de AVC.

A Campanha de Combate ao AVC em Salvador será desenvolvida em conjunto pela Secretaria da Saúde do Governo da Bahia, Secretaria Municipal de Saúde de Salvador, Conselho Regional de Fisioterapia e Terapia Ocupacional da Bahia, Grupo CCR, Arena Fonte Nova e a equipe do Hospital Geral Roberto Santos.

Fonte: Rede Brasil AVC
AVC/semana