Notícias /

Governo do Estado promove Feira de Saúde em Teixeira de Freitas

14/11/2017 22:03

Serviços de cidadania e de saúde reunidos em um único lugar é a proposta da Feira Saúde que chega em Teixeira de Freitas no próximo sábado (18), e atende até domingo (19). As unidades móveis ficarão estacionadas na Avenida Profeta Isa, bairro Monte Castelo, popurlamente conhecida como Praça da Zata, em frente ao Senai, onde a equipe atenderá a população.

O projeto da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), em parceria com as Voluntárias Sociais da Bahia (VSBA), vai oferecer orientação sobre a saúde da mulher e métodos contraceptivos; exames preventivos; consultas médicas com urologista; pediatra, ginecologista e clínico geral; aferição de pressão arterial e de glicemia; orientação nutricional; testes rápidos (sífilis, HIV, hepatite B e C e colesterol).

Também serão oferecidos exames oftalmológicos para crianças entre 7 e 14 anos, incluindo distribuição de óculos, quando necessário; exames oftalmológicos adulto e, no caso de pessoas acima de 60 anos, haverá também o rastreamento para cirurgia de catarata.

Além disso terá atendimento odontológico, que vai oferecer extração, limpeza, obturação, aplicação de flúor, escovódromo e prótese. Para serem atendidos em algum dos serviços relacionados, os pacientes deverão estar com cartão SUS, documento de identificação com foto e comprovante de residência.

O local ainda vai contar com serviços do Detran e com emissão de carteira de identidade. Mas a Feira também vai levar atividades culturais para adultos e crianças, além de um espaço reservado para a beleza. E as crianças também serão contempladas com uma brinquedoteca.

Ainda em novembro, a Feira irá para a cidade de Guanambi nos dias 25 e 26 de novembro. Já em dezembro, será a vez dos moradores do município de Irecê serem beneficiados com o projeto.

Inaugurações: Além da Feira da Saúde, estes municípios ainda vão contar com uma série de inaugurações na área de saúde que vão beneficiar cerca de 4 milhões de baianos. As entregas começam no dia 17 de novembro, por Teixeira de Freitas, quando será inaugurada a Policlínica da região. No dia 24, será a população da região de Guanambi, que terá sua policlínica inaugurada. Já no dia 1º de novembro vai ser inaugurado o Hospital da Chapada. A população da região de Ilhéus e Itabuna receberá seu hospital no dia 15 de dezembro e, nos dias 21 e 22, serão inauguradas as policlínicas regionais de Irecê e Jequié, respectivamente.

Hospitais:
Com a inauguração dos hospitais da Chapada, em Seabra, e Costa do Cacau, em Ilhéus, ambos em dezembro, o Governo da Bahia adiciona 326 novos leitos à rede estadual. “Foram mais de 160 milhões investidos entre obras e equipamentos nas duas unidades”, afirma o secretário da Saúde do Estado da Bahia, Fábio Vilas-Boas, ao apontar as unidades que vão ofertar serviços de média e alta complexidade.

O Hospital Costa do Cacau será referência para 67 municípios que abrigam uma população de 1,6 milhão de habitantes. “Nesta primeira etapa, a unidade terá 225 leitos, sendo 30 de Terapia Intensiva Adulto (UTI). Como diferenciais, o hospital oferta serviços de cirurgia cardíaca, cateterismo, neurocirurgia, bem como ortopedia de alta complexidade”, explica o secretário, ao destacar ainda que a unidade de saúde conta com um parque de bioimagem completo, incluindo ressonância magnética e tomógrafo. Na segunda etapa, mais 120 leitos serão entregues.

Já o hospital da Chapada terá 101 leitos, sendo 10 de UTI. A unidade será referência para 11 municípios, com atendimento de urgência e emergência 24 horas, centro de bioimagem e cirúrgico, além de ambulatório. O titular da pasta estadual da Saúde aponta um dos benefícios. “Quem precisava de UTI na Chapada tinha que ir para Irecê, Feira de Santana ou Salvador. Agora, não vai precisar mais se deslocar”, diz Vilas-Boas.

Policlínicas: Elas fazem parte dos Consórcios Públicos de Saúde, iniciativa do Governo da Bahia para levar atendimento especializado e exames de alta complexidade ao interior, evitando, com isso, que os pacientes se desloquem para os grandes centros em busca desses serviços. As obras e os equipamentos foram custeados com recursos financeiros do governo estadual, enquanto que a manutenção mensal será rateada da seguinte forma: 40% para o Estado e os 60% restantes divididos entre os municípios consorciados.

As novas unidades de saúde vão oferecer consultas em até 18 especialidades diferentes para cerca de 2 milhões de baianos, além de exames como ressonância magnética, tomografia computadorizada, ultrassonografia, ecocardiografia, eletroencefalograma, endoscopia e colonoscopia.

“A saúde é uma das áreas prioritárias da nossa gestão. A construção das policlínicas é um exemplo disso. Por atenderem não só um município, mas a toda uma região, terão enorme impacto na ampliação do atendimento e na qualidade do serviço prestado à população. O paciente não precisará se deslocar por grandes distâncias para buscar o tratamento que necessita”, afirmou o governador Rui Costa.

Por sua vez, o secretário de Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, acredita que “o projeto das policlínicas irá mudar a realidade da atenção de saúde na Bahia, garantindo maior resolutividade às unidades básicas”.

Exames e especialidades

Diversos exames serão ofertados nas policlínicas regionais, com destaque para os seguintes: ressonância magnética, tomografia, mamografia, ultrassonografia com doppler, ecocardiografia, ergometria, mapa, holter, eletroencefalograma, eletromiografia, raio-x, eletrocardiograma, endoscopia, colonoscopia, nasolaringoscopia, colposcopia, histeroscopia e cistoscopia. Também serão realizados procedimentos de vasectomia, cauterização, pequenas cirurgias e cuidados com o pé diabético, além de biopsias de mama, tireoide, próstata, dérmica, gastroenteral, dentre outras.

Os pacientes também terão acesso a uma variedade de especialidades médicas, a exemplo de angiologia, cardiologia, endocrinologia, gastroenterologia, neurologia, ortopedia, oftalmologia, otorrinolaringologia, ginecologia/obstetrícia, mastologia e urologia. Ao longo do tempo, será possível ampliar ou substituir por outras especialidades, a depender do perfil epidemiológico da região.

As próximas policlínicas serão construídas nos municípios de Valença, Santo Antônio de Jesus, Feira de Santana, Alagoinhas, Simões Filho, Ribeira do Pombal, Brumado, Paulo Afonso, Juazeiro, Barreiras, Jacobina, Senhor do Bonfim, Itabuna, Vitória da Conquista e Salvador, sendo a capital baiana, a única com duas unidades.

Teixeira de Freitas

Primeira a ser entregue pelo Governo do Estado, a Policlínica de Teixeira de Freitas é resultado de um investimento de R$ 23 milhões. A unidade é equipada com aparelhos de ponta, além de sete micro-ônibus para o transporte dos pacientes que utilizarão seus serviços.  A unidade vai beneficiar também os moradores de Itanhem, Medeiros Neto, Vereda, Lajedão, Ibirapuã, Caravelas, Nova Viçosa, Mucuri, Prado, Alcobaça, Itamaraju e Jucuruçu. O Governo do Estado também fará a entrega de sete micro-ônibus, que atenderão aos pacientes dos municípios em questão. Os veículos são dotados de ar-condicionado, televisão, poltronas reclináveis e acessibilidade para deficientes. A policlínica fica localizada na sede do município de Teixeira de Freitas, na Avenida Getúlio Vargas, 1732, bairro Bela Vista.

Guanambi

No dia 24 deste mês, a população da região de Guanambi receberá a sua unidade totalmente equipada. Para isso, o Governo investiu R$ 24 milhões, entre obras, equipamentos e micro-ônibus, e vai atender moradores dos municípios de Caculé, Caetité, Carinhanha, Guanambi, Ibiassucê, Igaporã, Iuiú, Jacaraci, Lagoa Real, Licínio de Almeida, Malhada, Matina, Mortugaba, Palmas de Monte Alto, Pindaí, Rio De Santana, Rio do Antônio, Sebastião Laranjeiras e Urandi. Os pacientes terão 12 micro-ônibus à sua disposição, cada um com capacidade para transportar até 28 pessoas. O endereço da unidade é Avenida Presidente Castelo Branco, 1097, bairro Santa Luzia.

Irecê

No dia 21 de dezembro, Irecê ganha a policlínica que vai contemplar 20 municípios. Com mais de R$ 25 milhões investidos, a unidade atenderá também aos moradores dos municípios de  América Dourada, Barra do Mendes, Barro Alto, Cafarnaum, Canarana, Central, Gentio do Ouro, Ibipeba, Ibititá, Itaguaçú da Bahia, João Dourado, Jussara, Lapão, Mulungu do Morro, Presidente Dutra, São Gabriel, Uibaí e Xique-Xique. Os pacientes contarão com 13 micro-ônibus. O endereço da unidade de saúde é Rua São Francisco s/n (antigo Instituto Baiano de Fomento Agrícola — IBF).

Jequié

Com inauguração prevista para 22 de dezembro, o Governo do Estado investiu aproximadamente R$ 22 milhões em construção, aquisição de equipamentos e micro-ônibus. A policlínica atenderá, além de Jequié, aos municípios de Aiquara, Apuarema, Barra do Rocha, Boa Nova, Brejões, Cravolândia, Dário Meira, Ibirataia, Ipiaú, Irajuba, Iramaia, Itagi, Itagibá, Itamari, Itaquara, Ituruçu, Jaguaquara, Jequié, Jitaúna, Lafaiete Coutinho, Lajedo do Tabocal, Manoel Vitorino, Maracás, Nova Itarana, Planaltino e Santa Inês. O transporte dos pacientes para as policlínicas será feito com 12 micro-ônibus. A policlínica ficará sediada no seguinte endereço: Avenida Otávio Mangabeira, bairro Mandacaru.

Como ter acesso?

As Policlínicas Regionais de Saúde não possuem portas abertas. Elas atendem através de um agendamento prévio, que deve ser feito pela Secretaria de Saúde dos municípios consorciados.

Qual o paciente que deve ser encaminhado?

As policlínicas estão preparadas para receber pacientes que não necessitem de cuidado e avaliação imediata do especialista, ou seja, que não precisem de atendimentos de urgência ou emergência. É importante saber que todo paciente encaminhado para as policlínicas deverá permanecer em acompanhamento com a equipe de Atenção Básica.

Notícias relacionadas