Notícias /

Iperba realiza evento para o Dia da Prematuridade

22/11/2017 12:33

A equipe da Unidade de Cuidado Intermediário Neonatal Convencional (Ucinco), do Instituto de Perinatologia da Bahia (Iperba), promoveu nesta terça-feira (21), uma série de atividades alusivas ao Dia da Prematuridade, comemorado em 17 de novembro. O evento aconteceu no auditório da instituição, que estava decorado com a cor roxa, tonalidade escolhida, mundialmente, para representar a prematuridade.

No turno da manhã, destinado aos profissionais da área de saúde, a fisioterapeuta Érika Moitinho, apresentou as características de um bebê prematuro, como surgiu o dia 17 de novembro e a importância da qualidade da assistência e humanização para as crianças que nascem antes do tempo.

Em seguida, a enfermeira Tatiana Luz mostrou os indicadores da Ucinco e a médica Simone Figueiredo, os dados da enfermaria canguru. A terapeuta ocupacional Márcia Pires, apresentou os dados da Estimulação Precoce. Através da apresentação, pôde-se observar a importância destes serviços para a sobrevivência dos recém-nascidos prematuros.

Nascido com 950g o pequeno Isac, hoje com 3 anos, é prova disto. O seu case foi apresentado pela neonatologista Ana Paz, que o acompanhou até completar dois anos de idade. Para finalizar a psicóloga do Roberto Santos Alice Leal ministrou uma palestra com o tema “Família e equipe de saúde, os desafios dessa relação”.

O turno vespertino foi direcionado para mães, gestantes e bebês. A psicóloga Tatiana Pedreira fez uma importante explanação sobre o vínculo entre mãe e filho. Já o professor de música, Gabriel Macedo realizou uma atividade de musicalização infantil para as crianças atendidas no Serviço de Estimulação Precoce.

Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal Convencional (Ucinco)

De acordo com o Ministério da Saúde, a Unidade de Cuidados Intermediários Neonatal – também conhecida como Unidade Semi-Intensiva – são serviços destinados ao atendimento de recém-nascido considerados de médio risco e que demandem assistência contínua. Para o seu funcionamento é necessário ter ambiência e estrutura física que atendam às normas estabelecidas pela Anvisa, além de equipe multidisciplinar destinada exclusivamente a este serviço.

Com 15 leitos de Unidade Semi-Intensiva Neonatal, o Iperba atende mensalmente uma média de 22 bebês prematuros. Diariamente profissionais das diversas áreas de saúde (medicina, enfermagem, fisioterapia, fonoaudiologia e nutrição) dedicam carinho, atenção e cuidado à esses pequenos guerreiros. Muitas vezes o bebê nascido prematuramente permanece internado por longo período, tornando a equipe de saúde fundamental para favorecer os laços afetivos entre os pais e o bebê prematuro.

De janeiro a outubro deste ano, 223 bebês nasceram prematuros (com idade gestacional inferior a 37 semanas) no Iperba. A Unidade Semi-Intensiva Neonatal admitiu 278 bebês, cuja média de permanência é de 10 dias. Contudo, existem casos em que o bebê chega a ficar 5 meses internado. A medida que ganham peso e tem a saúde estabilizada, os bebês são encaminhados para a Enfermaria Canguru, onde em contato pele a pele com a mãe o estresse da prematuridade é reduzido.

Prematuridade

Bebês prematuros são aqueles que nascem com menos de 37 semanas gestacional. De acordo a Organização das Nações Unidas (ONU), no mundo todo, 15 milhões de crianças nascem prematuras. No Brasil, esse índice chega a 11,7%, colocando o país na décima posição entre os países onde mais nascem bebês prematuros. À medida que essas crianças crescem, eles têm maior risco para problemas de aprendizagem e comportamentais, paralisia cerebral, deficiências sensoriais e motoras, infecções respiratórias crônicas e doenças cardiovasculares ou diabetes, em comparação com bebês nascidos no tempo certo.

Fonte: Ascom Iperba
/iperba/dia da prematuridade

Notícias relacionadas