Notícias /

Clériston Andrade investe em conhecimento e capacitação de servidores

28/11/2017 16:44

O Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) vem estimulando a capacitação dos profissionais de saúde através de palestras, cursos e congressos. Esses eventos fazem parte do cotidiano de servidores que atuam na unidade. O objetivo é oferecer um serviço com ainda mais segurança e qualidade, promovendo a boa assistência, por meio da expansão do conhecimento.

A enfermeira e membro do Núcleo de Segurança do Paciente do HGCA, Gisa Rios, diz que o aprimoramento constante e a participação nesses eventos são de grande relevância para o profissional. Giza participou recentemente do 2º Congresso Baiano de Qualidade do Cuidado e Segurança do Paciente (Qualiseg), que aconteceu entre os dias 21 a 24 de novembro, em Salvador.

“Participar de congressos como esse é importante para ajudar a identificar práticas que possamos trazer para a nossa realidade profissional, promovendo uma assistência mais segura e qualificada, diminuindo ações que podem trazer algum tipo de risco e implementando uma assistência que garanta uma qualidade efetiva”, ressalta Gisa Rios.

Em Porto Alegre, profissionais do HGCA participaram de um encontro do Projeto UTI Visitas, nos os dias 23 e 24 de novembro, representados pelo médico e coordenador da Unidade de Terapia Intensiva (UTI), Lúcio Couto, Lucas Gouveia da Coordenação de Apoio Diagnóstico e Terapêutico (COADT/HGCA), Daniela Cunha, coordenadora de enfermagem da UTI, Paulo Panelli, plantonista/UTI e Patrick Sampaio, diarista da UTI. O HGCA teve a UTI contemplada com esse projeto.

Projeto UTI Visitas

O Projeto UTI Visitas é conduzido pelo Hospital Moinhos de Vento de Porto Alegre, em parceria com o Ministério da Saúde. A iniciativa tem como principal ação a implementação e a avaliação do modelo de visitação familiar ampliada nas Unidades de Tratamento Intensivo. Tradicionalmente, as visitas em UTIs brasileiras ocorrem em horários restritos, de uma a duas visitas por dia com duração entre 30 a 40 minutos. Contudo, estudos recentes apontam para maiores benefícios de modelos de visita ampliada, tanto para pacientes (conforto, menor incidência de sintomas de ansiedade e depressão, menor incidência de delirium) quanto para familiares (maiores taxas de satisfação e menor incidência de sintomas de ansiedade e depressão). O projeto UTI visitas propõe-se a influenciar a prática dos cuidados intensivos de modo a tornar o cuidado ao paciente mais humano e seguro.

Fonte: Ascom HGCA
/HGCA/UTI visitas

Notícias relacionadas