Notícias /

Profissionais discutem melhorias na atenção neonatal

06/12/2017 18:08

Na abertura da 2ª Oficina de Estratégia QualiNEO, que aconteceu nesta quarta-feira (06), a diretora de Gestão do Cuidado, Liliane Mascarenhas, convocou os participantes a refletirem sobre os motivos que têm colocado a Bahia entre os 10 estados com maior número de mortalidade neonatal do país. “Temos que ver o que ocorre na atenção básica, que tipo de pré-natal estamos oferecendo a essas mães, temos que descobrir o que precisamos para fazermos a diferença”. Ela ainda ressaltou que este é o objetivo da Estratégia Qualineo, criada pelo Ministério da Saúde e apresentada aos 10 estados prioritários para atuarem na redução da mortalidade neonatal.

O evento, que segue até amanhã (07), ocorre no auditório do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) e reúne profissionais de três maternidades: Professor José Maria de Magalhães Neto, Climério de Oliveira e do Hospital Geral Roberto Santos. Além disso, a oficina contou com representantes da Secretaria de Saúde do município de Salvador, Ministério da Saúde, Bancos de Aleite Humano (BLH), gestores da atenção hospitalar, atenção básica, rede de urgência e emergência e Vigilância Sanitária.

Durante os dois dias, além das oficinas, os profissionais terão a oportunidade de conhecer a estrutura da Maternidade do HGRS e participarem de estudos de casos clínicos para identificação de oportunidades e melhorias na atenção neonatal.

Os critérios de escolha das maternidades levaram em consideração itens como ser centro de referência no método canguru, ser hospital de ensino ou ser a maternidade que concentra o maior número de óbitos neonatais absolutos do estado.

Qualineo: a estratégia eúne as principais ações desenvolvidas pelo Ministério da Saúde para garantir ao recém-nascido o melhor início de vida, que hoje são ofertadas e acompanhadas de maneira isolada. A Estratégia QualiNEO foi apresentada a dez Estados prioritários, com maior concentração de mortalidade neonatal. E na Bahia, o lançamento foi em julho, quando foi firmado um Termo de Adesão e Compromisso entre as secretarias da Saúde do Estado da Bahia, Municipal de Salvador e as maternidades Professor José Maria de Magalhães Neto, Climério de Oliveira e do HGRS, com o objetivo de realizar ações estratégicas para atuarem na redução da mortalidade neonatal (até 28 dias de vida) e qualificação da atenção ao recém-nascido nas maternidades. A previsão é concluir a qualificação das maternidades prioritárias em 24 meses. Por meio do monitoramento de indicadores assistenciais, os serviços que apresentarem melhoria da atenção neonatal receberão o Selo QualiNEO de certificação que os tornará aptos a matriciar a qualificação em outros estabelecimentos.

 Ascom Sesab