Notícias /

Seminário aborda desafios para o fortalecimento da Rede de Atenção Psicossocial na Bahia

07/12/2017 09:13

Na próxima quarta-feira (13) será realizado o Seminário “Perspectivas e desafios para o fortalecimento da Rede de Atenção Psicossocial na Bahia”. O evento ocorre no auditório do Fórum Ruy Barbosa, em Nazaré,  das 8 às 17 horas.

Resultado do trabalho da Comissão Interinstitucional de Planejamento das Ações de Desinstitucionalização no Estado da Bahia (Cipad) através da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab),  o Seminário tem por objetivo promover diálogos e articulações para o fortalecimento da Rede de Atenção em Saúde Mental no estado.  Os temas falam sobre experiências brasileiras e também sobre o processo da reforma psiquiátrica em outros países, internações compulsórias, a desinstitucionalização e direitos humanos.

Conforme estabelecido na Portaria SES/BA n. 415/2017, cabe  à  Cipad, dentre outras atribuições, contribuir na elaboração e execução de propostas de comunicação e divulgação das ações para a desinstitucionalização no Estado.

Poderão participar do Seminário  profissionais e gestores do estado, estudantes e usuários dos serviços de saúde mental.  As inscrições podem ser realizadas através do formulário online, clique aqui.

Programação

Manhã

8:00 às 9:00h – Mesa de Abertura
9:00 às 10:20h – Mesa Redonda 1: Desafios e experiências da RAPS no Brasil (20min/cada)
· Liliane Mascarenhas Silveira – Diretora de Gestão do Cuidado – DGC/SESAB
· Dalmare Anderson Bezerra de Oliveira Sá – Coordenador da Rede de Atenção Psicossocial da SMS Aracaju
· João Marcelo Costa Ferreira – Gerência de Atenção à Saúde Mental da Secretaria Estadual de Saúde de Pernambuco
10:20 às 10:40h – Debate (20min)
Intervalo (20min)
11:00 às 12:00h – Palestra Magna: Experiências da desinstitucionalização no contexto internacional
· Ernesto Venturini – Catedrático do Instituto de Estudos Avançados Transdisciplinares da UFMG
12:00 às 12:30h – Debate (30min)

Tarde

14:00 às 15:30h Mesa Redonda 2: Internações compulsórias, a desinstitucionalização e os direitos humanos (20min/cada)
· Arnor José Trindade Filho – Coordenador Municipal de Saúde Mental de Belo Horizonte
· Ludmila Cerqueira Correia- Departamento de Ciências Jurídicas da Universidade Federal da Paraíba
· Iraci Leite – Diretora do Hospital Especializado Lopes Rodrigues
15:30 às 15:50h – Debate (20min)
15:50 às 16:30h Intervalo com Coffee break (40min)
16:30 às 17:00h Palestra Magna: Austeridade, Desigualdade e Financiamento público em Saúde
· José Antônio Sestelo – Vice-presidente da ABRASCO
17:00 às 17:30h – Debate (20min)
18h – Encerramento

Fonte: DGC

Notícias relacionadas