Notícias /

Delegação do Haiti conhece políticas de saúde pública da Bahia

11/12/2017 15:23

Até a próxima quarta-feira (13), uma delegação do Haiti conhecerá políticas e experiências da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) na prevenção e assistência às doenças não transmissíveis na rede pública, incluindo a diabetes. A agenda dos representantes do país da América Central teve início na manhã desta segunda-feira (11), em um encontro com o secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas-Boas, na sede da Sesab, no Centro Administrativo.

Em sua exposição, Fábio Vilas-Boas destacou o modelo de consórcios que vem sendo implantado na Bahia, contribuindo para a regionalização da assistência à saúde. Ele falou das policlínicas que estão sendo implantadas em diversas regiões. “Conseguimos oferecer até 18 especialidades médicas nas policlínicas. A ideia também é que em cada uma delas funcione um ‘mini-Cedeba’, fazendo com que o tratamento das diabetes seja mais eficiente”, disse.

O Secretário ainda falou como é o funcionamento do sistema público de saúde do país, em que cada nível de governo tem responsabilidades na área da saúde, pontuando, por exemplo, que os governos estaduais têm que investir pelo menos 12% do orçamento em saúde. Vilas-Boas ainda falou das principais causas de atendimento nas emergências, que são por conta de acidentes com motocicletas e doenças vasculares.

Integram a delegação a diretora da Promoção da Saúde e Proteção do Meio Ambiente, Jocelyne Pierre Louis; representante do gabinete da ministra da Saúde, Maurice Daguilh; a responsável pela formação dos Residentes de Cirurgia, Tamara Georges Descastro; a diretora da Fundação Haitiana de Diabetes de Doenças Cardiovasculares, Nancy Charles Larco, e os consultores da Fundação, Stanley Jeromec e Lucile Chaves.

A partir desta segunda-feira a tarde, a programação começará no Centro de Diabetes e Endocrinologia da Bahia (Cedeba), unidade Sesab, onde a comitiva será recebida pela diretora da unidade, a endocrinologista Reine Chaves, que falará sobre a rede de atenção ao diabetes na Bahia e como está estruturado o Cedeba.

No Cedeba, a delegação da área de saúde haitiana visita os diversos ambulatórios – Multidisciplinar do Pé Diabético, de Oftalmologia, de Educação Doce Conviver, de Diabetes tipo 2. Além disso, a programação prevê apresentações sobre o olho diabético (retinopatia diabética) e seus cuidados, implicações e perspectivas da educação em diabetes mellitus, o direito aplicado ao diabetes e estratégias educacionais.

Ascom Sesab
Cedeba/Haiti2

Notícias relacionadas