Notícias /

HGRS registra aumento de 40% no número de trombólises para AVC

23/01/2018 15:21

Maior hospital público do Norte e Nordeste, o Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) registrou um aumento de 40% no número de trombólises realizadas no ano de 2017 em relação ao ano anterior. A trombólise é o tratamento que tenta dissolver coágulos nos vasos do cérebro em caso de acidente vascular cerebral (AVC) isquêmico.

Em 2016, o HGRS fechou o ano com 124 trombólises. No ano passado, o número subiu para 174 e, somente neste primeiro mês de 2018, já foram feitas 18 trombólises. Ou seja, a tendência é que o índice continue crescendo.

O Hospital Roberto Santos é, oficialmente, um Centro de Referência de Alta Complexidade em Neurologia, de acordo com resolução publicada no Diário Oficial do Estado (DOE-BA) em outubro passado. Com a abertura, em 2017, da unidade de terapia intensiva (UTI) neurológica – a primeira especializada desse tipo na Bahia -, a instituição passou a oferecer toda retaguarda para pacientes com demandas de neurologia, sejam elas clínicas ou cirúrgicas.

“Hoje, absorvemos mais de 80% da demanda neurológica da Bahia e esse é um dado bem importante se consideramos o fato de que hospitais vocacionados têm condições de salvar mais vidas. No caso do tratamento de AVC, por exemplo, o ganho social de cada indivíduo que retorna às suas atividades sem sequelas é incalculável, afinal estamos falando da segunda principal causa de morte no Brasil e uma das maiores responsáveis por incapacitação e invalidez no mundo”, avalia o diretor-geral do HGRS, José Admirço Lima Filho.

Ascom do Roberto Santos
Roberto Santos/AVC

Notícias relacionadas