Notícias /

Terapeuta destaca a importância da meditação para a saúde da mente

30/01/2018 12:53

“Como um escafandrista que explora o fundo do mar, precisamos fazer um mergulho para o nosso interior. E para esse trabalho, a meditação, que começa pelo relaxamento, é uma força muito importante para essa viagem que nos ajuda na saúde da mente. Porque quando a mente adoece,o corpo paga. Nós somos resultado de tudo que pensamos: mente que comanda, corpo que obedece”.

Essa reflexão é da médica do Centro de Diabetes e Endocrinologia do Estado da Bahia (Cedeba), terapeuta Graça Machado, e foi feita na abertura da oficina de Meditação e Relaxamento, para os colaboradores, dentro da programação da Campanha Janeiro Branco, de conscientização e prevenção da Saúde Mental. A campanha, que nasceu no Brasil em 2014, está sendo conduzida no Cedeba pelo Serviço Integrado de Saúde do Trabalhador( SIAST). Durante seis meses, os servidores terão atividades focadas na prevenção da Saúde Mental, com o projeto ” Oficinas Terapêuticas de Atenção Plena”.

Doenças são aviso

O foco do SIAST/Cedeba na saúde mental é muito importante, como destacou a terapeuta, porque o desequilíbrio da mente provoca doenças. A terapeuta, especialista em homeopatia, disse que de cada 10 pacientes que atende no consultório, dois apresentam ansiedade, depressão, estresse. Os números -disse – mostram que estamos em sofrimento. O que fazer?: perguntou, e em seguida respondeu; “é preciso se cuidar. No combate à dor de cabeça e depressão, por exemplo, podem ser usados os analgésicos e ansiolíticos, respectivamente, mas isso não basta. É preciso descobrir a causa dos problemas e sua correlação com a saúde mental.

Graça Machado mostrou também como a violência, presente no nosso cotidiano, contribui para aumentar o estresse e a ansiedade. Mas, quando uma servidora disse que vem ao trabalho sempre com medo de ser assaltada, ela observou que ” em lugar do medo, prefira o cuidado, “pois somos resultados de tudo que nós pensamos”. O medo – pontuou – é uma energia negativa. “E sempre que nos deixamos envolver por uma energia negativa (medo, raiva, ódio) essa energia retorna para nós e contribui para que adoeçamos”.

A terapeuta observou: “quanta energia negativa jogamos no nosso corpo!! Como somos responsáveis por tudo que acontece conosco, é muito importante trabalhar para absorver e emanar energia positiva”.

Depois das explicações, a terapeuta conduziu a oficina de relaxamento e meditação, que começou com atividades de respiração, muito importantes para o aquecimento do mergulho para o nosso interior.

O trabalho terminou com momentos de reflexão, usando o Ho’oponopono, técnica de cura havaiana que se dedica a limpar memórias de dor para que possamos nos tornar novamente UM, com a divindade. Baseia-se na ideia de que somos 100% responsáveis pela nossa realidade. Em havaiano, Ho’o significa “Causa”, e ponopono significa “perfeição”.

Para conhecer a técnica, que mostra a força do perdão, do amor e da gratidão: “sinto muito, me perdoa, te amo, sou grato”, há inúmeros vídeos na Inernet. Basta buscar Ho’oponopono e começar a meditar.

Ascom do Cedeba
Cedeba/branco

Notícias relacionadas