Notícias /

Sesab realiza ações de Vigilância em Saúde antes e durante o Carnaval

02/02/2018 15:28

A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab) promove uma série de ações antes, durante e após o Carnaval com o objetivo de proteger a população dos riscos de adoecer. Esta atuação ocorre por meio da Superintendência de Vigilância e Proteção da Saúde (Suvisa) através da Diretoria Vigilância Sanitária e Ambiental (Divisa) e a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep).

A Divisa já realizou inspeções fora de Salvador nas indústrias de gelo e águas minerais e irá monitorar o risco sanitário em unidades produtivas que fornecem alimentos para camarotes e para o efetivo da Polícia Militar (PM) que trabalha na festa. Na capital, haverá inspeção sanitária nas unidades de emergência em saúde de alta complexidade.

Durante o Carnaval, haverá o monitoramento de risco sanitário em unidades de saúde que prestam serviços de emergência e urgência na rede de assistência; monitoramento de risco sanitário em unidades produtivas que fornecem alimentos para estruturas móveis e trabalhadores do evento, a exemplo da PM; investigação de surto de Doença Transmitida por Alimento (DTA) e emergência em vigilância sanitária dentro e fora do circuito.

Além dessas ações, a Divisa irá monitorar os serviços de hospedagem fora do circuito e em conjunto com o serviço municipal, na área dos locais da folia, para saber se eles estão oferecendo gratuitamente preservativos, como determina a lei estadual de nº 9201/2004 e o decreto de nº 9329/2005.

Já a Divep estima distribuir 1 milhão de insumos de prevenção (entre preservativos masculino e feminino e gel lubrificante). Também serão entregues folhetos e fornecida orientações sobre as Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs), Hepatites Virais e o vírus HTLV.

Testes rápidos

Ainda serão montados três estandes com previsão de realização de mais de 5 mil testes rápidos para HIV, Sífilis e Hepatites B e C. Dois deles em Salvador, na Barra (Av. Centenário) e Ondina (Av. Adhemar de Barros); e um em Porto Seguro, na Passarela do Descobrimento, circuito oficial do carnaval. Os estandes funcionarão no período de 9 a 13 de fevereiro. Nesses dias, estima-se que mais de 1.300 atendimentos serão realizados nos estandes do Fique Sabendo.

Durante a festa, o Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs) ficará de plantão e continuará realizando o trabalho desenvolvido ao longo do ano, com busca ativa de Eventos de Saúde Pública (ESP) em hospitais e UPAs da capital e de Núcleos Regionais de Saúde (NRS). O ESP é a situação que pode constituir potencial ameaça à saúde pública, como a ocorrência de surto ou epidemia, doença ou agravo de causa desconhecida.

O Cievs também realizará busca ativa de óbitos e doenças não transmissíveis, além de realizar investigação e intervenção nos casos que requeira ação imediata.

Todas essas ações que serão realizadas pela Suvisa integram o segmento da Vigilância em Saúde cujo foco é direcionado para a prevenção de riscos, doenças e agravos à saúde da população, com o objetivo de promover e proteger o indivíduo e as coletividades.

 Ascom Suvisa
/carnaval/ações Suvisa

Notícias relacionadas