Notícias /

Lacen-BA já realizou mais de 200 exames de casos suspeitos de febre amarela

28/02/2018 12:01

Desde abril do ano passado, o Laboratório Central de Saúde Pública do Estado da Bahia (Lacen-BA) implantou o exame PCR para detecção de febre amarela em humanos. De lá para cá, foram realizados mais de 200 exames.

A ferramenta permite um diagnóstico de casos suspeitos em até 72 horas. “Mas considerando a celeridade que as ações integradas de vigilância requer, cerca de 77% dos resultados saem em menos 48h”, destaca a diretora do Lacen, Zuinara Maia.

Antes, as amostras dos pacientes com suspeita de febre amarela eram encaminhadas pelo Lacen/BA para um laboratório de referência nacional, que também atende a demanda de outros estados. O resultado só era liberado em cerca de 30 dias ou mais.

“Com a implantação no Lacen-BA, nós conseguimos responder em tempo oportuno para evitar possíveis óbitos por ausência ou morosidade no diagnóstico de febre amarela em humanos”, destaca a diretora do Lacen. A Bahia não registra casos da doença contraídos em território baiano desde o ano 2000.

O exame PCR para febre amarela integra uma série de ações de Vigilância em Saúde que permite tanto a Vigilância Epidemiológica quanto a Entomológica atuarem de modo mais efetivo no controle da circulação viral e vetorial na Bahia.

O Lacen-Ba é referência em Vigilância em Saúde Pública e é um órgão da Superintendência de Vigilância e Proteção da Saúde (Suvisa) da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

 Fonte: Lacen

Notícias relacionadas