Notícias /

Divep atualiza técnicos de 42 municípios sobre Doença de Chagas e Esquistossomose

05/03/2018 11:00

Uma equipe de sanitaristas da Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep) da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) irá atualizar os conhecimentos, em relação à Doença de Chagas e Esquistossomose, dos técnicos das secretárias municipais e Núcleos Regionais de Saúde (NRS) das regiões de Caetité, Guanambi, Brumado e Boquira. Ao todo, servidores de mais de 42 municípios participarão da atualização.

Na oportunidade, os profissionais da Divep irão apresentar os dados epidemiológicos das duas doenças, relembrar os sintomas, as formas de diagnóstico e tratamento. A primeira atividade será hoje à tarde na sede da regional de saúde de Caetité e continua amanhã (06), pela manhã.

Na tarde de terça-feira (06), a reunião será na sede da regional de Guanambi e segue até a manhã de quarta-feira (07). Nesse mesmo dia, durante a tarde, inicia as apresentações na sede da regional Boquira / Brumado e finaliza na manhã de quinta-feira (08).

Segundo Cristiane Medeiros, sanitarista da Divep, de 2006 a 2015, a Doença de Chagas provocou a morte de 640 pessoas por ano na Bahia. Já a esquistossomose provocou uma média de 54 mortes por ano entre 2004 e 2017. “A importância dessa ação é prevenir para que as pessoas não adoeçam e, assim, evitar casos graves e óbitos por essas doenças”, declara Cristiane.

“Na Bahia, 76% dos municípios são de médio e alto risco para Chagas. Para esquistossomose, 40% são endêmicos, 29,3% são focais e 30,7% são indenes (sem registro de transmissão da doença)”, completa a sanitarista.

 Ascom Suvisa
/vigisanit/atualiza chagas

Notícias relacionadas