Notícias /

Hospital da Mulher promove realização de exames em ação comemorativa ao mês da mulher

05/03/2018 14:31

O Hospital da Mulher, da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), promoveu neste sábado (3), no Largo de Roma, em parceria com as Voluntárias Sociais da Bahia e em comemoração ao mês da mulher, a realização de exames preventivos para mulheres que têm interesse em realizar cirurgias de laqueadura e colocação de Dispositivos IntraUterinos (DIU).

Na oportunidade, 300 mulheres foram beneficiadas com a ação, que ainda possibilitará o retorno das pacientes ao hospital, para que deem andamento aos procedimentos conforme suas necessidades, caso haja alguma alteração nos exames.

Para Verônica Cristina Nunes, moradora do bairro da Liberdade, ações como essa são importantes para o controle de natalidade. “Eu já tenho 42 anos e três filhos, então é importante ter esse controle porque não tenho mais a intenção de engravidar”, afirmou.

Através do exame preventivo, é possível constatar alterações nas células do colo do útero de forma precoce, o que permite o diagnóstico e realização do tratamento adequado o quanto antes, influindo na redução de mortalidade por câncer do colo do útero.

Jamile Chagas, de 34 anos, moradora do bairro Trobogy, desejava realizar a inserção do DIU há 12 anos, desde o nascimento do seu último filho. Ao saber do evento, ela não deixou passar a oportunidade. “Apareceu a oportunidade, então participei para que eu tenha a possibilidade de inserir o DIU e ainda ser atendida caso o exame dê alguma alteração”, contou.

Através do exame preventivo, é possível constatar alterações nas células do colo do útero de forma precoce, o que permite o diagnóstico e realização do tratamento adequado o quanto antes, influindo na redução de mortalidade por câncer do colo do útero.

Câncer do colo do útero

O câncer do colo do útero é um dos que mais acometem as mulheres brasileiras, atrás apenas do câncer de mama e do colorretal, conforme o Instituto Nacional do Câncer (Inca). “Por isso a importância das políticas de gestão em saúde, pois realizam a prevenção e diagnóstico de forma precoce para tratar a doença”, explicou o coordenador da oncoginecologia do Hospital da Mulher, Adson Neves. “Neste contexto, o Hospital da Mulher exerce papel importante, uma vez que oferece a estrutura necessária para isso”, afirmou.

Após a realização dos exames, caso haja indícios de alterações, estas mulheres serão submetidas à biópsia no mesmo dia e caso seja necessário, passarão por intervenção cirúrgica imediata através do Serviço de Alta Resolução para Tratamento e Diagnóstico do Câncer do Colo do Útero. O objetivo é reduzir o tempo para o início do tratamento e a perda do seguimento dessas mulheres, o que permite menores sequelas e maior sobrevida.

Através de ações integradas, seções científicas e discussões de casos clínicos, o serviço realiza o encaminhamento mais efetivo e com menor morbidade associada ao tratamento da paciente com o prognóstico da doença. O serviço é composto por uma equipe de uroginecologistas, ginecologistas, oncoginecologistas, radiologistas, patologistas e o Núcleo de Apoio Especializado (NAE).

NAE

O Núcleo de Apoio Especializado tem o objetivo de atender com agilidade as pacientes que têm resultados positivos para o câncer do colo de útero. O NAE realiza um trabalho interdisciplinar, multiprofissional e humanizado pelas equipes de enfermeiros, assistentes sociais, psicólogos, médicos e técnicos administrativos.

Havendo a suspeita de câncer, são feitos exames complementares, e então o material segue para o ambulatório com identificação de necessidade de urgência. Se a paciente for diagnosticada com câncer e houver indicação, ela receberá o tratamento complementar adequado.

 Ascom HM
/HM/sábado

Notícias relacionadas