Notícias /

Delegação de El Salvador vem conhecer o Cedeba

16/03/2018 11:41

Nesta segunda-feira (19) começa a visita da delegação de El Salvador (país da América Central) que vem ao Brasil conhecer as políticas e experiências na prevenção e assistência às doenças não – transmissíveis, incluindo o diabetes. Às 9 horas, o grupo será recebido no Centro de Diabetes e Endocrinologia do Estado da Bahia (Cedeba) pela sua diretora e fundadora, Reine Chaves Fonseca. Ela fará apresentação sobre a Rede de Atenção ao Diabetes no Estado e como o Cedeba está estruturado. À tarde, às 14 horas, está programada visita ao Cedeba e, das 15 às 16 horas, ao Ambulatório Multidisciplinar do Pé Diabético.

Na terça-feira (20 de março), às 11 horas, a delegação será recebida pelo secretário da Saúde do Estado, Fábio Vilas – Boas, que fará exposição sobre a saúde na Bahia e os avanços com a descentralização da assistência. Antes o grupo terá, das 8h30 às 10h30, no Cedeba, exposição da líder de Oftalmologia, a retinóloga Tessa Mattos sobre “O Olho diabético e seus cuidados”. À tarde, haverá apresentação e discussão de protocolos clínicos para Assistência ao Diabetes Atenção primária de Saúde.

A visita da delegação prossegue até o dia 23 no Cedeba, referência na assistência a diabetes, obesidade e endocrinopatias, um dos centros de excelência no Brasil, credenciado pela World Diabetes Foundation (WDF), e que teve o reconhecimento da Organização Mundial de Saúde (OMS).

A visita faz parte da Cooperação Brasil – El Salvador, com o projeto “Fortalecimento das Capacidades de Equipe Multidisciplinar de Saúde para Abordagem Integral de Doenças Não – Transmissíveis Priorizadas”.  Integram a delegação a coordenadora da Unidade de Promoção, Prevenção e Vigilância das Doenças Não – Transmissíveis do Ministério da Saúde de El Salvador (MINSA),Estela Alvarenga Alas De Menjivar, e os médicos José Miguel Velis Artero, Lil Guadalupe SaenzUmaña, Nora Elizabeth Duarte de Garcia, Romeo Ernesto Ramirez Alas, Ricardo Armando Peñate Guerra. Acompanhando o grupo, pelo Ministério da Saúde/ Coordenação Geral de Atenção Especializada, a técnica Roberta Rehem de Azevedo..

COMPARTILHAMENTO

As visitas de delegações de outros países ao Cedeba têm sido frequentes, Recentemente uma representação do Haiti conheceu o trabalho do Centro de Referência, retornando com o propósito de compartilhar experiências que conheceram durante as várias apresentações.

As equipes de outros estados do Brasil e de outros países que conhecem a experiência do Cedeba, segundo Reine Chaves, destacam o foco do trabalho educativo, do auto – cuidado “essencial para o sucesso do tratamento de doenças crônicas, onde se insere o diabetes”.

Ainda na sua proposta educacional, o Cedeba trabalha na formação e qualificação de Recursos Humanos da Atenção Básica, porque como Centro de Referência, da estrutura da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), a unidade trata os pacientes que já apresentam complicações do diabetes. “Quanto mais fortalecermos a Atenção Básica, maiores as possibilidades de redução e/ou retardamento das complicações”, analisa Reine Chaves.

MAIS ATIVIDADES

No dia 21, pela manhã, a equipe de El Salvador visita o Ambulatório de Educação Doce Conviver. Depois, uma apresentação sobre Implicações e perspectivas da Educação em Diabetes Mellitus, Estratégias Educacionais: vivências e tecnologia como ferramentas da educação em Diabetes. À tarde, a equipe conhece “O Direito aplicado ao Diabetes no Brasil”. No dia 22, será feita apresentação sobre a experiência do Cedeba no tratamento da obesidade, durante a manhã e, à tarde, a Assistência Farmacêutica no Cedeba.

 Fonte: Ascom Cedeba

Notícias relacionadas