Notícias /

Trabalho desenvolvido na UTI do HGCA é destaque em Simpósio Internacional realizado na Bélgica

26/03/2018 14:41

O coordenador da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA), em Feira de Santana, Lucio Couto, participou na categoria pôster, do 38º Simpósio Internacional de Cuidados Intensivos e Medicina de Emergência (ISICEM), realizado em Bruxelas, na Bélgica. O congresso é organizado anualmente pelo departamento de Medicina Intensiva de Emergência do Hospital Universitário Erasme, Université Libre de Bruxelles, em associação com a Sociedade Belga de Terapia Intensiva e Medicina de Emergência.

De acordo com Lucio Couto, trata-se de uma grande oportunidade de aprendizagem e interação profissional. “Foi uma experiência muito interessante, uma vez que grandes cientistas e pesquisadores palestraram no ISICEM. Estes profissionais publicam as condutas que seguimos em nosso cotidiano. No congresso tivemos a satisfação de trocar experiências e falar com pessoas que norteiam a ação técnica diária em terapia intensiva “, afirmou o médico.

Ainda segundo o ele, o trabalho desenvolvido na UTI do HGCA, através da implantação de um programa de processamento de dados, foi apresentado na categoria pôster. “Falamos do impacto positivo que o Hospital Clériston Andrade alcançou com a implantação do Software Epimed Monitor. A partir desta ferramenta foi possível obter dados que são indicadores para uma gestão mais efetiva e de qualidade. Os números não mentem e mostram efetivamente onde nosso foco de ação deve estar, tanto do ponto de vista de intervenção técnica, quanto de recursos humanos e também de condução do dia-a-dia do hospital”, concluiu Lucio. O HGCA está utilizando o Epimed desde junho de 2016, gratuitamente, por intermédio da Associação de Medicina Intensiva Brasileira.

O 38º ISICEM foi realizado entre os dias 20 e 23 de março de 2018 e reuniu médicos intensivistas, enfermeiros, fisioterapeutas e profissionais relacionados à área da saúde, incluindo formadores de opinião e líderes universitários e de instituições privadas do Brasil e da América Latina. O objetivo deste simpósio de quatro dias é fornecer aos participantes uma revisão atualizada dos desenvolvimentos mais recentes, clinicamente relevantes, na pesquisa, na terapia e no manejo dos pacientes em estado crítico. Este ano o congresso reuniu mais de 5 mil profissionais de saúde do mundo inteiro.

 Ascom HGCA
/Cleriston Andrade/simpósio Bélgica

Notícias relacionadas