Notícias /

Painel de debate: Protocolo Clínico e Terapêutico para o Tratamento de Câncer de Tireoide

10/04/2018 17:09

Um painel de debate sobre o novo protocolo para o Tratamento de Câncer de Tireóide ocorre nesta sexta-feira (13), no Hotel Villamar, em Amaralina, a partir das 13h30. O evento é voltado para capacitar médicos endocrinologistas, cirurgiões de cabeça e pescoço e responsáveis técnicos pelos serviços de oncologia clínica e cirúrgica das UNACON/CACON, cirurgião geral, especialista em medicina nuclear e demais profissionais de saúde que terão a oportunidade de participar do curso e se tornar um multiplicador.

A causa exata do câncer de tireoide não é conhecida, mas as pessoas com certos fatores de risco são mais vulneráveis à doença e a maioria não apresenta sintomas. Entre os fatores causadores do câncer estão: tratamentos com radiação para a cabeça, pescoço ou tórax, especialmente na infância ou adolescência e histórico familiar.

Entre outras atividades, o painel vai contar com uma apresentação com o tema: Mudança de Paradigma nos Últimos 10 Anos e Avanços no Manejo, proferida por Fernanda Vaisman, médica Endocrinologista do Serviço de Oncologia do HC1/INCA. As ações de promoção e prevenção em todos os níveis da atenção à saúde são fundamentais para o êxito do cuidado. A legislação atual visa fortalecer um modelo centrado no cuidado e na atenção integral através da organização da Rede de Atenção ao Paciente com Câncer de forma integrada, regionalizada e equânime.

O Sistema Único de Saúde (SUS) é responsável em executar ações e serviços de promoção, proteção, recuperação e reabilitação da saúde da população de forma regionalizada e hierarquizada em níveis de complexidade crescente e considerando a integralidade da assistência, com o desafio de realizar a gestão do cuidado em rede para atenção ao paciente com câncer, de forma compartilhada, levando em conta os Desenhos Regionais com suas Linhas do Cuidado.

O desafio passa a ser a sistematização de ações que permitam a execução de estratégias de promoção de qualidade de vida, educação, proteção e recuperação da saúde e prevenção de danos protegendo e desenvolvendo a autonomia e a equidade de indivíduos e coletividades. Nesse sentido, o evento visa fortalecer as ações voltadas à promoção e prevenção para atender às necessidades do paciente com câncer no Estado da Bahia.

Com carga horária de 6 horas, o conteúdo das aulas envolve temas como: “Consenso brasileiro sobre nódulo e câncer de tireoide” e a “Situação atual da Rede Estadual de Atenção ao portador de câncer de tireoide”.

 Fonte: DAE