Notícias /

Diretora do Cedeba recebe “Comenda 2 de Julho” quinta-feira

12/04/2018 15:12

“Um dos maiores exemplos de amor à medicina e ao estado da Bahia, pela sua grande trajetória de vida dedicada à Saúde Pública do Estado da Bahia”. Assim a deputada estadual e presidente da Comissão dos Direitos da Mulher na Assembléia Legislativa, Fabíola Mansur, definiu a endocrinologista Reine Marie Chaves Fonseca, ao propor a outorga da Comenda 2 de Julho, aprovada pelo Projeto de Resolução nº 2.437/2016. A outorga da comenda será na próxima quinta-feira (19), às 10 horas, em sessão especial na Assembléia Legislativa.

A trajetória profissional da homenageada – graduada em Medicina, residência em Endocrinologia e Mestrado em Medicina Interna, todos esses títulos pela Universidade Federal da Bahia – e o seu sonho para oferecer tratamento diferenciado aos diabéticos deram origem ao Centro de Diabetes e Endocrinologia do Estado da Bahia (Cedeba), unidade da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) que ela fundou e dirige há 24 anos. O sonho começou durante o curso de especialização (Fellow em Endocrinologia) pela George Washington University,

Reine Chaves Fonseca foi uma das fundadoras do Serviço de Endocrinologia do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), “sendo este o primeiro passo, para efetivação das garantias da população que roga por melhorias no Serviço Público de Saúde”, segundo a deputada Fabíola Mansur. A endocrinologista também foi subgerente de doenças crônico degenerativas da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia, tendo contribuído na sensibilização dos gestores estaduais, visando a criação de um Centro Especializado de Referência Estadual, para atenção ao diabetes e doenças endócrinas. Tudo isso, objetivando a promoção, proteção e a recuperação da saúde do povo baiano.

Após anos de lutas e campanhas, nasceu o Cedeba, anexo ao Hospital Geral Roberto Santos, em março de 1994, tendo Reine Chaves como uma das fundadoras. Do Roberto Santos para a pequena sede do Rio Vermelho (o Cedebinha). Logo o espaço tornou-se pequeno, exigindo nova mudança. Apesar de ocupar um pavimento do Centro de Atenção à Saúde (CAS), já há necessidade de mais espaço, em razão do crescimento das ações do Cedeba. Referência na assistência a diabetes, obesidade e endocrinopatias, o Cedeba é um dos centros de excelência no Brasil, credenciado pela World Diabetes Foundation (WDF), e que teve o reconhecimento da Organização Mundial de Saúde (OMS)

No ano de 1995, o Cedeba firmou convênio de cooperação técnica com o Internacional Diabetes Center (IDC), o que culminou na adaptação de protocolos clínicos para atenção programada ao diabetes no Brasil, e, em especial, na Bahia.

“Como se pode notar, essa aguerrida médica vem há anos lutando pela saúde do povo baiano e brasileiro. A sociedade brasileira deve muito a esta grande mulher, sendo esta homenagem mais que merecida”, justifica a deputada Fabíola Mansur.

 Ascom Cedeba
/Cedeba/comenda

Notícias relacionadas