Notícias /

Creasi comemora e reflete sobre a importância da família no cuidado à pessoa idosa

18/05/2018 17:31

Em homenagem ao Dia Mundial da Família, transcorrido no dia 15 de maio, o Centro de Referência Estadual de Atenção à Saúde do Idoso (Creasi) conta a história de Enedina Bispo de Santana, de 106 anos, paciente da unidade que tem em sua trajetória muitas lembranças de amor. Baiana, nascida em Mundo Novo, município localizado a 292 km de Salvador, foi criada em Jequié e se orgulha ao dizer que é do sertão: “sou sertaneja, como carne do sol com manteiga de garrafa”.

Com cinco filhos, onze netos e cinco bisnetos, dona Enedina iniciou o acompanhamento no centro, em 2002, após uma queda em que fraturou o fêmur e passou a residir na capital baiana, com a filha Regina Lúcia Paixão e o genro. Enxerga pouco, mas vê muito da vida e vive muito. “Só vejo um bocadinho, mas não fico triste, faço tudo” E faz mesmo! dona Enedina ajuda a filha Regina nos afazeres da cozinha e é muito participativa nas decisões familiares. “Minha mãe se diverte comigo na cozinha, corta quiabo, orienta nas receitas, participa de tudo”, ressaltou Regina.

Em 2016, foi acampar na Praia do Forte, acompanhando a família numa atividade da igreja da qual fazem parte, e ganhou o troféu de melhor ajudante do acampamento, pela sua disponibilidade e envolvimento, relatou satisfeita. Seu maior hobby é viajar, “aprecio muito viajar de avião”, afirmou contando sobre a viagem que fez a São Paulo para visitar os filhos e netos que moram lá. E diz que planeja viajar em 2019 e reunir toda a família em Barretos, no Encontro dos Adventistas Desbravadores.

Alegre, ama dançar! “Gosto de forró e samba, de amanhecer o dia na festa”, revela sorrindo. Quando perguntada sobre a receita para envelhecer bem, ela responde “comi muito licuri, feijão, banana da prata e bebi muito suco de maracujá. As crianças de hoje, nascem comendo muita coisa que não presta, eu só comia coisa do quintal”, diz já falando como prepara o feijão, e a filha completa, “no tempero tem que ter muito amor”.

Com o tema “Família é!”, nesta sexta-feira (18), estagiários da Universidade do Estado da Bahia (Uneb), do curso de enfermagem, realizaram atividades nas praças da unidade sobre o tema, perguntando aos pacientes e cuidadores o que é família para eles, com a realização de dinâmicas. Na quarta-feira (23), acontecerá a Sessão Temática “Família espaço de cuidado” com a assistente social e gerontóloga da unidade, Maria Salete da Silva, às 11h, na sala de aula.

Na terça-feira (29), o Programa de Apoio ao Cuidador abordará o tema “Insuficiência Familiar”, mostrando como a família é determinante para a saúde da pessoa idosa e contará com a presença de dona Enedina, que falará às famílias dos pacientes que participam do Programa o segredo para envelhecer feliz, narrará suas histórias e, com certeza, encantará a todos com a sua alegria e vivacidade.

Até o final do mês (30), a equipe do Creasi estará realizando intervenções com o objetivo de proporcionar reflexão sobre a família, enquanto instituição social, como espaço para experiência (desenvolvimento humano) e como responsável legal pela pessoa idosa (Título 1. Art. 3º, do Estatuto do Idoso), e fará um painel temático, com fotos das famílias de pacientes e servidores evidenciando a importância do amor, da compreensão, da união e do cuidado. “Somos uma grande família e cuidamos para oferecer cada vez mais qualidade de vida aos nossos idosos e idosas”, salientou a enfermeira Amélia Oliveira, que coordena, junto com Nelci Medeiros, o Programa de Apoio ao Cuidador.

Ascom Creasi
Idoso/família

Notícias relacionadas