Notícias /

“Fique de Olho na Retinopatia Diabética”: campanha chega a Salvador amanhã

23/05/2018 12:41

As complicações do diabetes custaram ao Ministério da Saúde, no Brasil, em 2016, R$ 92 milhões. E entre as complicações, a mais temida é a retinopatia diabética – principal causa de cegueira no mundo, como observa a conselheira da ADJ Diabetes Brasil, jornalista Vanessa Pirolo, que se encontra em Salvador para o lançamento da campanha “Fique de Olho na Retinopatia Diabética”,em parceria com o Centro de Diabetes e Endocrinologia do Estado da Bahia (Cedeba),unidade da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab).

A campanha, visando à prevenção da retinopatia diabética, tem como ponto alvo o controle glicêmico. Destinado a pessoas com diabetes tipo 1 (DM1), DM2, gestantes e familiares, começa amanhã (24) quinta-feira, às 8 horas, no auditório do Centro de Atenção à Saúde (CAS), com programação até às 11h30. Às 8h30, a oftalmologista e especialista em retina, Tessa Mattos, do Cedeba, mostrará os Aspectos Práticos da Prevenção da Retinopatia Diabética. Em seguida, às 10 horas, a diretora do Cedeba, endocrinologista Reine Chaves Fonseca, enfocará “A Importância do Controle Glicêmico”. A ação será encerrada com a apresentação da jornalista e assessora da ADJ Diabetes Brasil, Vanessa Pirolo, com o tema “Conhecendo o Projeto Fique de Olho na Retinopatia”. Durante a ação da campanha, os pacientes farão glicemia capilar.

IMPORTÂNCIA DA PREVENÇÃO

Prevenir as complicações do diabetes, onde ser insere a retinopatia diabética, é muito importante. No mundo inteiro, como destacou a representante da ADJ Diabetes Brasil, a perda de visão por causa do diabetes tem aumentado assustadoramente. Entre 1990 e 2010, a quantidade de pessoas com perda de visão parcial ou total devido à doença subiu de 27% para 64%. Em 2010, uma em cada 52 pessoas teve perda de visão e uma em cada 39 pessoas ficou cega por causa da retinopatia diabética – desdobramento da doença que danifica a retina.

Essa realidade levou a ADJ Diabetes Brasil a fazer a Campanha de Prevenção com as Associações de Diabetes, iniciada ano passado. No caso da Bahia, a ação acontece com o Cedeba (entidade pública), pelo forte trabalho que o Centro de Referência desenvolve com foco na educação.

Na reunião realizada pela representante da ADJ com a equipe técnica do Cedeba, a coordenadora de Educação em Diabetes e Apoio à Rede (Codar), Graça Velanes, destacou a importância da campanha para o Cedeba “porque veio agregar ao trabalho de educação voltado para prevenção das complicações do diabetes.

A assistente social e advogada Júlia Coutinho, que integrou os profissionais que fundaram o Cedeba, destacou a importância do trabalho das associações de diabetes pois tem uma força muito grande. Ele defendeu a importância de os serviços públicos agregarem o trabalho das associações, fazendo a interface com as políticas públicas.

ENTENDENDO A RETINOPATIA

A retinopatia diabética pode ser de dois tipos: a não proliferativa, forma inicial da doença que é detectada quando os vasos do fundo do olho estão danificados, causando hemorragia e vazamento de líquido da retina, chamado de Edema Macular Diabético; e a proliferativa, diagnosticada quando os vasos da retina ou do nervo óptico não conseguem trazer nutrientes para o fundo do olho e por consequência, há formação de vasos anormais, que causam o sangramento.

Além de sensibilizar as pessoas sobre os riscos da retinopatia diabética, a campanha também tem como objetivos específicos: educar as pessoas para que mudem seus hábitos e consigam controlar as taxas de glicemia, incentivar a visita ao oftalmologista regularmente, para realizar os exames preventivos de visão.

A iniciativa da ADJ Diabetes Brasil, além de Salvador, passará pelas cidades de Aracaju, Curitiba, São Paulo e Vitória. Mais informações podem ser acessadas no www.adj.org.br

Ascom do Cedeba
Cedeba/retinopatia23

Notícias relacionadas