Notícias /

SESAB realiza Oficina Técnica para implementação da Linha do Cuidado em Epidermólise Bolhosa

28/05/2018 14:14

As Diretorias de Atenção Especializada e de Gestão do Cuidado (SAIS), da Secretaria da Saúde do Estado, promoveram na última sexta-feira (25), oficina para implementação da Linha do Cuidado em Epidermólise Bolhosa (EB), uma doença rara, de caráter hereditário, que se caracteriza por uma fragilidade cutânea com formação de bolhas e lesões aos mínimos traumatismos. Na Bahia, existem 68 pessoas com EB, sendo a maioria delas residente na Macrorregião Sudoeste, principalmente na região de Brumado.

No intuito de qualificar a atenção às pessoas com EB, a Sesab reuniu, no Auditório Anexo do Hospital Roberto Santos, cerca de 30 pessoas, representantes do Ministério Público Estadual, das Secretarias Municipais de Saúde, do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde da Bahia (COSEMS) e dos Centros de Referência em tratamento da EB, da Universidade Federal da Bahia (UFBA) e da Universidade Estadual do Sudoeste Baiano (UESB), além de técnicos e gestores da Secretaria da Saúde do Estado.

O panorama das ações estaduais foi apresentado pelas Coordenações de Atenção Hospitalar (COAH/DAE) e de Fórmulas Alimentares Especiais (CFAE/DGC). Para atender a todas as pessoas com EB, a Sesab investe aproximadamente R$ 19 milhões/ano, com a dispensação de coberturas especiais e suplementos alimentares.

Segundo a Diretora da Atenção Especializada, Maria Alcina Romero “o trabalho a ser desenvolvido é de grande importância, uma vez que, muito além do fornecimento de insumos, a Sesab tem buscado trabalhar na organização de uma rede de atenção, que efetive um cuidado de qualidade às pessoal com epidermólise”. Para o promotor de justiça do MPE, Carlos Martheo, a oficina é de grande relevância, pois “é preciso avançar nas ações de cuidado integral às pessoas com EB, com o fundamental acompanhamento das equipes municipais de saúde”. Segundo enfermeira especialista Lívia Xavier (HUPES/UFBA), o Estado da Bahia é o mais avançado na atenção a estas pessoas: “A Bahia é o único estado que tem uma portaria específica, a Portaria Estadual n°1092/2016, que aprova as diretrizes para acesso ao tratamento”.

Por fim, para continuidade da implementação de um cuidado integral e em rede, foram encaminhadas três atividades para o segundo semestre: a realização de oficinas macrorregionais, a participação dos profissionais de referência da UESB em reuniões da Comissão Intergestores Regionais (CIR) de Brumado (a fim de construir com os municípios as atribuições e responsabilidade de cada ponto de atenção) e a elaboração e publicação do Protocolo Clínico Estadual de Atenção às Pessoas com Epidermólise Bolhosa.

Fonte: Coordenação de Atenção Hospitalar – DAE/SAIS.

Cursos e concursos/linha do cuidadp