Notícias /

Hospital Dantas Bião promove Atualização Científica: Afecções Respiratórias aguda na criança

30/05/2018 14:09

Estudos confirmam que o período entre os meses de março a junho é considerado época de grande pico de atendimento nas unidades hospitalares. Isso se deve a chegada do outono e, consequentemente, ao ar mais seco e a maior circulação dos vírus respiratórios, que acarretam infecções das vias aéreas superiores – as gripes e os resfriados, pneumonias, crises de asma e bronquiolites.

Nas crianças a situação pode ser mais complexa e essas doenças respiratórias podem ter uma série de sintomas semelhantes como tosse, febre, coriza e obstrução nasal. Para abordar essa questão, a direção do Hospital Regional Dantas Bião, através do Núcleo de Educação Permanente em Saúde (NEPS), promoveu esta semana, para os profissionais da unidade, uma Atualização Científica: Afecções Respiratórias aguda na criança (Bronquite, Gripe de Pneumonia).

Durante o evento, o médico Bruno Dórea sinalizou que o evento trouxe a atualização dos profissionais da saúde sobre as novas condutas e manejo da influenza. “Desde o ano de 2009, com a pandemia do vírus influenza H1N1, com grande impacto na saúde e na economia do País, tornou-se necessário, ainda mais, ampliar medidas preventivas e terapêuticas relacionadas à infecção pelo vírus influenza, portanto, cabe a nós profissionais, a disseminação do conhecimento sobre o tema na sociedade, buscando assim diminuir o impacto dessa afecção sobre a população”, esclareceu Dórea.

O diretor técnico do HRDB, George Brito, parabenizou os realizadores do evento destacando que, os participantes foram agraciados com o que há de mais atual em afecções respiratórias.

“A equipe do Dantas Bião tem certeza que investir em conhecimento é melhorar a assistência para toda população de Alagoinhas e região. Foi um tema atual e a palestra brilhante. Com certeza todos os participantes ampliaram sua bagagem de conhecimentos”, disse o médico.

Vale destacar que é necessário a prevenção e o cuidado com as doenças respiratórias. A transmissão ocorre por meio de secreções das vias respiratórias da pessoa contaminada, ao falar, tossir, espirrar ou pelas mãos, que após contato com superfícies recém‐contaminadas por secreções respiratórias pode levar o agente infeccioso direto a boca, olhos e nariz. “É bom ficar atento a alguns sintomas para buscar imediatamente atendimento médico, como: desconforto respiratório grave, dor no peito de início súbito, sangramento não controlável, traumas agudos, intoxicações, entre outros, com características agudas” concluiu.

Fonte: Ascom do Dantas Bião
Dantas Bião/respiratórias

Notícias relacionadas