Notícias /

Rastreamento de câncer de mama atende mulheres em Itabuna

15/06/2018 11:06

Marli Cordeiro de Oliveira tem 54 anos, é moradora do bairro de Fátima, dona de casa. Marilene Braga, 59 anos, mora no Antique, é professora. Maria José Hermenegildo Santos tem 65 anos, mora em Itamaracá, também dona de casa. Em comum entre as três, a preocupação com a saúde e o compromisso de procederem o exame anual de mamografia, capaz de detectar alterações na região mamária.

Atendendo ao chamado da Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), da Prefeitura de Itabuna e da Secretaria Municipal de Saúde, essas são algumas das centenas de mulheres que estão sendo atendidas pelo programa itinerante Saúde Sem Fronteiras, do Governo do Estado, que está realizando  ações de rastreamento do câncer de mama em Itabuna. Na cidade, uma unidade já está atendendo a população de mulheres com idade entre 50 e 69 anos desde segunda-feira (11). Nesta quinta-feira (14), os trabalhos foram ampliados com a chegada de uma segunda unidade móvel.

Os veículos estão estacionados no Centro de Cultura Adonias Filho (CCAF), próximo ao Jardim do Ó, com o apoio da Secretaria de Saúde de Itabuna (através do Departamento de Atenção Básica e da Coordenação Municipal de Saúde da Mulher).

Para a moradora de Itamaracá Maria José Hermenegildo, “é sempre bom esperar a chegada dos caminhões porque o atendimento é sempre bom e tudo fica mais prático”, disse destacando que este já é o terceiro ano que ela participa da ação. Já para Marli Cordeiro de Oliveira, moradora do bairro de Fátima, “esse tipo de ação facilita muito o exame”, disse. E a moradora do Antique, Marilene Braga, disse que recebeu as informações sobre a chegada das unidades móveis através de sua agente comunitária de saúde e que se apressou em consultar o cronograma e marcar na agenda o dia de comparecer ao local de atendimento.

Desde o início da ação, já foram atendidas as moradoras dos bairros Califórnia, Santa Inês, Nova Califórnia, Vila das Dores, Fátima, Nova Itabuna, São Roque, Antique e Lomanto, além dos distritos de Mutuns e Itamaracá.

Fonte:Secom
Câncer/Itabuna

Notícias relacionadas