Notícias /

Estudantes internados terão direito a continuidade dos estudos no Hospital Clériston Andrade

12/11/2018 11:24

A Secretaria da Educação do Estado inaugurou, na manhã desta quinta-feira (08), a classe hospitalar da rede estadual, que funcionará no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA). A iniciativa é pioneira na unidade e integra o Serviço de Atendimento à Rede em Ambiências Hospitalares e Domiciliares (SARAHDO), que tem como objetivo garantir o direito de estudantes enfermos do Ensino Médio e da Educação de Jovens e Adultos (EJA) que se encontram nos leitos hospitalares ou em atendimento médico domiciliar, a darem continuidade aos seus estudos.

O evento contou com a participação do superintendente de Políticas para a Educação Básica da Secretaria da Educação, Ney Campello (representando o secretário de educação, Walter Pinheiro), do diretor-geral do HGCA, José Carlos de Carvalho Pitangueira, da professora Adenilde Chaves, diretora do Centro de Apoio Pedagógico ao Deficiente Visual (CAP DV), do diretor do Núcleo Territorial de Educação (NTE), Ivamberg dos Santos Lima, da coordenadora do Sarahdo na Bahia, Veruska Poltronieri.

“A modalidade de ensino é lei e surge de uma necessidade de fazer a cobertura da Educação Inclusiva no Estado de modo total. Estamos agora cumprindo a meta de levar a educação para onde o estudante estiver, seja em sala de aula, em casa ou no hospital”, garantiu Ney Campello. Trata-se da Lei 13.716 que torna obrigatório o Atendimento Pedagógico Educacional Hospitalar e Domiciliar aos educandos enfermos.

O diretor do HGCA, José Carlos Pitangueira, parabenizou o Estado pela iniciativa. “No Clériston Andrade quase 60 alunos já estão cadastrados no Sarahdo e terão aula no leito. Estamos felizes de ter esta modalidade de ensino na unidade, agora os estudantes/pacientes de Feira de Santana terão direito à educação inclusiva”, comemorou.

Durante o evento, os docentes da rede estadual que irão garantir escolaridade, atendimento educacional especializado e tratamento personalizado e humanizado para os estudantes/pacientes da classe hospitalar do HGCA, receberam das mãos de Ney Campello os jalecos que irão usar durante as aulas que darão no hospital. Todos os professores passaram pela formação continuada em Classe Hospitalar/Atendimento Domiciliar. As aulas serão realizadas de segunda a quinta-feira, das 13 às 17 horas. Na sexta-feira será dia de planejamento pedagógico.

 Ascom HGCA
/HGCA/estudos

Notícias relacionadas