Notícias /

A Implementação da Rede para a Atenção às Pessoas em Situação de Violência Sexual será tema de encontro

27/11/2018 11:59

Na próxima sexta-feira (30), a Secretaria de Saúde do Estado (Sesab), através da Diretoria de Gestão do Cuidado (DGC), promove o Encontro “Discutindo a Implementação da Rede para a Atenção às Pessoas em Situação de Violência Sexual”. O encontro, que será no Hotel Vila Velha, das 8h30 às 17h30, está direcionado para gestores e profissionais de serviços de saúde que atendem pessoas em situação de violência sexual.

O evento tem como objetivo qualificar gestores e profissionais de saúde com vistas ao fortalecimento, organização, articulação e integração da rede de cuidado e proteção às pessoas em situação de Violência Sexual.

Dentre os pontos a serem abordados, temos: as normativas legais da temática; a análise do cenário atual com base nos Sistemas de Informação do Ministério da Saúde; experiências do Hospital Estadual da Mulher e do Serviço Viver/SJDHDS; a importância da articulação intersetorial; a qualificação dos registros no Sistema de Informação (BPA-I e CMD) e discussão acerca das principais dificuldades e desafios para a realização da assistência na rede de serviços de saúde.

Violência sexual

A violência sexual, segundo a OMS, é “todo ato sexual, tentativa de consumar um ato sexual ou insinuações sexuais indesejadas; ou ações para comercializar ou usar de qualquer outro modo a sexualidade de uma pessoa por meio da coerção por outra pessoa, independentemente da relação desta com a vítima, em qualquer âmbito, incluindo o lar e o local de trabalho”.

Sobreviventes de violência sexual podem sofrer consequências comportamentais, sociais e de saúde mental. Pode acometer crianças, adolescentes, mulheres, homens e pessoas idosas, causando traumas, ferimentos visíveis e invisíveis (de cunho psicológico), inclusive levando à morte, cujos dados são subestimados, visto que apenas uma pequena proporção de casos é relatada/notificada.

Enfrentar a violência sexual requer a cooperação de vários setores, como saúde, educação, assistência social, segurança e justiça criminal. Trata-se, também, de uma questão de saúde pública onde a gestão busca ampliar a atenção e a segurança a toda a população, além de enfatizar a prevenção, garantindo que as vítimas de violência tenham acesso a serviços e apoio adequados.

Desta forma, a estruturação da Rede de Serviços de Referência para Atenção às Pessoas em situação de Violência Sexual é um passo importante para assegurar o cuidado, promoção e prevenção a esse público.

 Fonte: DGC
/geral/violência sexual

Notícias relacionadas