Notícias /

Iperba realiza último Encontro de Vinculação de 2018

12/12/2018 15:11

O Instituto de Perinatologia da Bahia (Iperba) realizou ontem (11) o último Encontro de Vinculação do ano de 2018. Dezessete gestantes participaram do evento, juntamente com os seus acompanhantes. Mensalmente os Encontros de Vinculação são realizados no auditório da maternidade para as mulheres que realizam pré-natal nos Distritos vinculados ao Iperba – Brotas, Boca do Rio, Barra/Rio Vermelho e Saramandaia. Durante todo o ano, 144 gestantes estiveram no evento.

Na Vinculação, as futuras mamães podem conhecer as rotinas, normas e política de humanização da maternidade que irão parir, através de uma apresentação em slides, além de percorrem as instalações físicas da unidade. O intuito é que elas se prepararem ainda mais para o momento do parto. O Encontro é conduzido pelo enfermeiro Elbo Araújo, a psicóloga Elaine Passos e estudantes do Programa Permanecer SUS, que também esclarecem as dúvidas dos participantes.

A Vinculação é uma estratégia da Rede Cegonha que garante à mulher gestante o conhecimento sobre a maternidade onde receberá assistência no seu parto, de acordo com a localização da sua residência e necessidades particulares.

Fortalecendo essa diretriz, a Lei Municipal nº 7.851/2010, estabelece que toda gestante do município de Salvador tem direito ao conhecimento e à vinculação à unidade de saúde onde será realizado o seu pré-natal e parto. Conforme programa desenvolvido pela Secretaria de Saúde do Estado da Bahia e Secretaria de Saúde do Município de Salvador, as gestantes devem ter atendimento garantido na unidade de saúde correspondente ao seu Distrito Sanitário e de acordo com o seu risco gestacional – Alto Risco e Baixo Risco.

As gestantes residentes em Salvador que, por demanda espontânea buscarem a emergência da maternidade que não seja do seu território definido pelo Mapa de Vinculação, deverá ser atendida, avaliada e encaminhada, segundo fluxo inter-hospitalar preestabelecido, portando relatório médico com ficha de referência. A paciente só poderá ser transferida, se for constatado pela equipe de Acolhimento com Classificação de Risco e médico plantonista, que o parto é de baixo risco e a dilatação do colo uterino está menor que 05 centímetros.

Ascom do Iperba
Iperba/vinculação

Notícias relacionadas