Notícias /

Equipe do Hospital Regional de Juazeiro orienta sobre planejamento familiar

21/01/2019 15:20

Profissionais do Hospital Regional de Juazeiro, unidade do Governo Estado da Bahia, promoveu esta semana, uma palestra sobre planejamento familiar para a comunidade do Vale São Francisco. O objetivo foi orientar os participantes e enfatizar a importância do tema para a melhor programação e organização do crescimento da família.

A palestra abordou temas como o sexo e gravidez, além de destacar métodos anticoncepcionais temporários e definitivos. Os assistentes sociais Nilson Filho e Maria Lucineide Evangelista abordaram temas que envolveram ainda prevenção da gravidez e vasectomia.

Nilson Filho explicou que o planejamento familiar é muito importante, pois auxilia as pessoas que desejam ter filhos, assim como, adiar o crescimento familiar. “O planejamento familiar nada mais é do que um ato consciente do casal, que poderá programar quantos filhos terá, conforme suas condições econômicas e expectativas de futuro”.

Maria Lucimeire Evangelista informou também que “vasectomia e laqueadura estão disponíveis para os interessados em realizar um método definitivo e infelizmente muitas pessoas estão tendo dificuldade em ter acesso a esse benefício, mas através das palestras estão conseguindo ser informados sobre como ter acesso a esses métodos, que são gratuitos”.

Paulo dos Santos foi dos participantes da palestra e parabenizou a equipe do HRJ. “Fiquei feliz com o convite para participar da palestra porque conheci mais sobre como é o método da vasectomia. Quando ouvimos falar por quem não tem conhecimento ficamos assustados e no primeiro momento ficamos com receio em realizar o procedimento. Mas hoje, se eu já tivesse dois filhos toparia fazer a vasectomia. Hoje tenho conhecimento e posso até explicar a meus conhecidos”, disse.

João Henrique de Araújo, enfermeiro da unidade, lembra que por meio do Planejamento Familiar, o SUS oferece métodos contraceptivos, como pílulas, preservativos e métodos definitivos. É importante que as famílias tenham essas informações e saibam que o acesso aos métodos contraceptivos é fácil e gratuito”.

Ascom do HRJ

Notícias relacionadas