Notícias /

Hospital baiano pode ser 4º do mundo a reverter sequelas de AVC com cirurgia

15/03/2019 15:11

Referência em neurologia no estado da Bahia, o Hospital Geral Roberto Santos (HGRS) poderá passar a realizar cirurgia para reverter sequelas de acidente vascular cerebral isquêmico (AVCI) em pacientes acometidos pela doença. O projeto é uma iniciativa do coordenador do serviço de neurocirurgia da instituição, Leonardo Avellar, que receberá, no próximo dia 23, o também neurocirurgião Marcelo Magaldi, de Minas Gerais, para conduzir a apresentação a médicos e residentes internos e externos ao hospital.

A expectativa, conforme adianta Avellar, é de que o HGRS seja o quarto hospital no mundo a implantar a abordagem neurocirúrgica tardia em AVCI. Hoje, esse tipo de procedimento só é feito em um estado do Brasil (Minas Gerais), na Flórida e no Canadá.

“Estamos falando de algo revolucionário para a medicina. O AVC é uma das principais causas de morte e incapacitação no mundo. Nos primeiros sinais da doença, há um prazo de quatro a seis horas para reverter sequelas e isso, comumente, é feito com o uso de drogas”, explica o chefe da neurocirurgia do HGRS, que acrescenta: “então, com a trombectomia mecânica – procedimento cirúrgico para desobstruir o vaso sanguíneo no cérebro – teremos cerca de 24 horas”.

No evento, Leonardo Avellar e Marcelo Magaldi debaterão em torno da questão central ‘reativação cerebral da área secundária: é possivel o resgate funcional do paciente?’. Magaldi – que é professor associado na Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), professor associado na Universidade de Montreal, diretor do laboratório de simulação cirúrgica de Jacksonville (Flórida) e diretor científico da Health – já experimentou a técnica com quatro pacientes e, em um dos casos, o cidadão que não se locomovia conseguiu voltar a andar.

“Obviamente, existe um protocolo para submeter os pacientes à trombectomia mecânica. É importante, por exemplo, observar a idade dele. Mas aqui, no Hospital Roberto Santos, temos todas as condições para sermos muito bem-sucedidos com isso”, afirma Avellar. Segundo ele, a equipe planeja dar início ao projeto até o mês de junho.

SERVIÇO

Evento: Abordagem Neurocirúrgica Tardia em AVCI (Reativação cerebral da área secundária – É possivel o resgate funcional do paciente?)

Data: 23 de março de 2019 (sábado)
Horário: 8 horas
Local: Auditório 2 do edifício anexo ao Hospital Geral Roberto Santos
Link para inscrições (gratuitas): bit.ly/2uaUno0
Público-alvo: médicos, residentes e estudantes de medicina
Organização: Leonardo Avellar (chefe do serviço de neurocirurgia do HGRS)
Convidado: Marcelo Magaldi (neurocirurgião – UFMG)
Informações adicionais: (71) 99264-6090

Notícias relacionadas