Notícias /

Palestras para os servidores nos 25 anos do Cedeba trazem reflexões sobre convivência

26/03/2019 14:34

“É difícil conviver com os diferentes. Com os iguais é muito fácil” .Essa reflexão foi feita pela advogada e terapeuta Sônia Dórea, na palestra “A Missão de Cada Um”, para os servidores do Centro de Diabetes e Endocrinologia da Bahia (Cedeba), marcando a comemoração dos 25 anos do importante Centro de Referência da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab)

A programação continuou hoje, com a palestra da psicóloga Osanete Araújo Oliveira do Cepred, sobre o tema “Relacionar é uma Arte”. Os temas das palestras, focados na importância da convivência saudável, reforçam a importância do papel do servidor para a avaliação positiva do Cedeba.

FAZER O BEM, SERVIR

Sônia Dórea destacou que a missão de cada um é fazer o bem, servir com vontade de fazer o melhor, se doar. Para isso, é muito importante aceitar o ponto de vista do outro e aprender a conviver com os diferentes, um grande desafio.

A missão de quem trabalha com saúde não se resume a passar o remédio ou fazer procedimento. É preciso entender o paciente, identificar suas necessidades – pontuou a palestrante – porque “por trás da doença há a injustiça, o desemprego, o filho doente”. Por isso é muito importante a busca dos motivos que levaram à doença.

Sônia Dórea disse que o humanismo deve ter doses generosas e citou como situações necessárias, a interação com o outro, o ouvir. E isso – analisou – vale para todas as profissões, da mais simples às mais complexas.

Muito importante também – disse – é saber reconhecer o erro, consertando o que fez, porque esse caminho é muito importante para a convivência saudável. É preciso que um ajude ao outro, observando que até lágrimas descem juntas”.

Sônia Dórea parabenizou a diretora do Cedeba, Reine Chaves Fonseca e os servidores em geral, pelos avanços que o centro conquistou na sua caminhada de sucesso nos seus 25 anos.

Ascom do Cedeba
Cedeba/convivência