Notícias /

Cerca de 30 pacientes do HGRS já foram beneficiados pela neuroendoscopia neste ano

11/06/2019 15:35

O serviço de neurocirurgia do Hospital Geral Roberto Santos (HGRS), em Salvador, realizou 26 neuroendoscopias somente nos primeiros cinco meses de 2019. A técnica – que se difere da cirurgia comum, principalmente, pelo uso do endoscópio – é adotada pela equipe da instituição há seis anos.

De acordo com o chefe do serviço de neurocirurgia do HGRS, Leonardo Avellar, a neuroendoscopia é utilizada para casos tumorais, hidrocefalia e biópsias. “Ela permite uma visão privilegiada da parte interna do orifício, com a nitidez de um monitor de alta qualidade. A hidrocefalia, por exemplo, é comumente tratada com as derivações, conhecidas como válvulas. No entanto, há situações que podem ser tratadas por neuroendoscopia, que tem a vantagem de tratar sem que um material estranho tenha de ser colocado dentro do organismo”, explica o neurocirurgião.

A neuroendoscopia tem, entre outros benefícios, menor tempo cirúrgico, melhor precisão, menor quantidade de sangramento e menor tempo de internação. Mas, cabe ressaltar, esse procedimento minimamente invasivo não é o recomendado para todos os pacientes, é necessária avaliação prévia do neurocirurgião.

 Ascom HGRS
/Roberto Santos /neuroendoscopia

Notícias relacionadas