Notícias /

Hospital Regional Dantas Bião investe no SAC, importante ferramenta no atendimento humanizado

09/07/2019 13:53

Os profissionais da área de saúde atuam diretamente com o cuidado e tratamento da vida de pessoas. Por isso, é extremamente importante atender os pacientes de forma humanizada e satisfatória. Há uma grande necessidade de o paciente ter confiança e receber apoio durante sua permanência em uma unidade hospitalar.

No Hospital Regional Dantas Bião, os usuários do SUS contam com uma importante ferramenta que avalia o índice de satisfação, que é o Serviço de Atendimento ao Cliente (SAC). O objetivo principal do SAC é aproximar os usuários do SUS da equipe do hospital, primando pela excelência na qualidade dos serviços oferecidos. Por isso, a equipe do SAC realiza diariamente uma pesquisa de satisfação do cliente, para mensurar a satisfação dos usuários, identificando e mapeando os possíveis fatores de impactos negativos e positivos.

A coordenadora do SAC, Jaciele Borges, informa que para monitorar o índice de satisfação dos usuários, a equipe realiza pesquisas com pacientes, familiares e acompanhantes, durante o período de internamento e também nas consultas no ambulatório. As pesquisas são realizadas diariamente, para que seja possível avaliar o grau de satisfação dos usuários, e assim manter o que estiver bem avaliado e obter informações importantes para aperfeiçoar e melhorar o que não for bem avaliado.

“A equipe do SAC realiza pesquisas com a finalidade de avaliar o grau de satisfação dos pacientes. Dessa forma, conseguimos manter a qualidade do que for bem avaliado e os casos não tão positivos, monitoramos e desenvolvemos ações específicas para melhorar e corrigi-los”, garantiu Jaciele Gomes.

Relacionamento com o paciente

O atendimento no Hospital Regional Dantas Bião se concentra, em primeiro lugar, no paciente. Identificar suas queixas e necessidades de uma forma humanizada é essencial durante sua permanência no hospital. Por isso, os colaboradores e profissionais de saúde têm o cuidado com o paciente, ouvindo, sanando dúvidas para não agravar e gerar conflitos em seu tratamento.

Fonte: Ascom do Dantas Bião

Notícias relacionadas