Notícias /

Sesab promove encontro estadual de hanseníase

09/07/2019 13:46

A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia está realizando, de hoje até o próximo dia 11 (quiinta-feira), o Encontro Estadual de Hanseníase nos de 9 a 11 de julho de 2019. O evento tem como objetivo discutir estratégias conjuntas para o enfrentamento da hanseníase na Bahia e contará com a presença dos profissionais de saúde da Diretoria de Vigilância Epidemiológica, Instituto Couto Maia, Núcleos Regionais de Saúde e profissionais de cinquenta municípios, além de representantes do Ministério da Saúde e da sociedade civil.

O objetivo da estratégia Nacional/Estadual não é trabalhar sob a perspectiva de municípios prioritários, mas sim apresentar estratégias diferenciadas para localidades que apresentam endemicidades distintas, de forma que se possa alcançar a efetividade das ações para o controle da doença.

Estatísticas

Na Bahia, no período de 2008 a 2018, foram notificados 27.311 casos de hanseníase, e destes, 1.997 em crianças e adolescentes até 14 anos. Em 2017, foram registrados 2.209 casos novos da doença, destes 148 em crianças menores de 15 anos e 2018, dados preliminares apontam para a notificação de 1.997 casos novos, sendo que destes, 115 foram em crianças e adolescentes. Nesse período, o coeficiente geral de detecção passou de 20,8 casos por 100 mil habitantes (2008) a 14,5 casos por 100 mil habitantes em 2017.

Enquanto, o coeficiente de detecção de hanseníase em menores de 15 anos passou de 5,1 casos por 100 mil habitantes em 2008 para 3,8 casos por 100 mil habitantes em 2017. Destaca-se que os homens na faixa etária de 20 a 49 anos e acima de 60 anos tem alto risco para a hanseníase, e esta última faixa etária é também o maior grupo acometido pelas incapacidades físicas causadas pela doença, portanto, deve ser considerada como prioritária.

Fonte: DIVEP/SUVISA/SESAB

Notícias relacionadas