Notícias /

Workshop Planifica Bahia é realizado em Simões Filho

16/07/2019 18:29

Durante os dias 15 e 16 de julho, Simões Filho recebeu o primeiro Workshop Planifica Bahia. O evento aconteceu na Câmera Municipal de Simões Filho e contou com a presença de representantes da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab), prefeitos e secretários de saúde dos municípios de Camaçari, Simões Filho, Mata de São João, Lauro de Freitas, Dias D’Ávila e Conde, que são municípios que farão parte da Planificação da Atenção à Saúde (PAS). O Planifica Bahia é uma projeto da Sesab, em parceria com o Conselho Nacional dos Secretários Estaduais de Saúde (CONASS), com o Ministério da Saúde e com a Sociedade Beneficente Israelita Brasileira Hospital Albert Einstein.

Na abertura das atividades, os gestores assinaram o Termo de Compromisso para a efetivação do Plano de Ação e consolidação da Planificação que trata da organização da Atenção Básica em rede com a atenção ambulatorial especializada e tem como objetivo apoiar o corpo técnico gerencial das secretarias estaduais e municipais de saúde na organização dos macroprocessos desenvolvidos nestes pontos de atenção, na lógica das Redes de Atenção à Saúde. Ao longo das atividades os profissionais presentes conheceram o funcionamento do projeto e o papel do trabalhador nessa etapa preparatória.

O secretário da Saúde Elias Natan explicou que “Camaçari vai servir enquanto projeto piloto, visto que o laboratório central será uma unidade nossa, a Unidade de Saúde da Família do Novo Horizonte, que servirá de referência para os demais municípios. No local serão treinados todos os profissionais, desde os servidores da vigilância à equipe médica, com foco na qualificação desses microprocessos de trabalho, padronizando ao nível do Hospital Albert Einstein, considerado de excelência no país, e que é o executor do projeto. A finalidade é padronizar e melhorar o atendimento, tornando-o mais eficiente e eficaz”, concluiu.

A proposta permitirá às equipes de saúde dos dois níveis de atenção desenvolverem o planejamento e a organização da atenção à saúde, baseados em diretrizes clínicas, de acordo com o Modelo de Atenção às Condições Crônicas, em busca da correta operacionalização da rede. “O objetivo do projeto é implantar a metodologia de Planificação da Atenção à Saúde proposta em 27 regiões das diferentes unidades federativas, fortalecendo o papel da Atenção Primária à Saúde e a Organização da Rede de Atenção à Saúde no SUS”, acredita Gilceia Forsa, consultora responsável pela capacitação dos gestores, profissionais e representantes com workshops, tutorias e cursos pelos próximos meses, além de acompanhar o andamento da planificação. O cronograma, em oito etapas, prevê que a implementação ocorra até dezembro de 2020.

Ao discursar durante a abertura do Workshop, o prefeito Dinha acredita que a planificação é uma metodologia de gestão de suma importância para estruturar a Rede de Atenção Básica à Saúde em Simões Filho e nos demais municípios da Região Metropolitana de Salvador. “O objetivo comum é trazer um melhor serviço de saúde para o nosso município e organizar a Atenção Básica, discutir qual é a melhor metodologia a ser aplicada, tudo isso com o objetivo de aprimorar e aperfeiçoar, não só com investimento, mas, principalmente, com planejamento para que possamos ter uma saúde cada vez melhor”, disse o prefeito, que aposta na saúde preventiva para diminuir o fluxo de atendimento de pacientes com doenças crônicas nos hospitais públicos.

Na Bahia, o projeto será iniciado primeiramente em duas regiões consorciadas de Saúde: a região de Simões Filho, a qual Camaçari faz parte, e a Região de Valença. A etapa preparatória vem ocorrendo desde abril deste ano, quando a proposta foi detalhada para os municípios convidados a compor o projeto.

“O trabalho que a gente está trazendo para Simões Filho e para os outros municípios daqui da região é o processo de Planificação em que a gente vai ampliar ainda mais esse impacto, estruturar melhor o acesso das pessoas nas unidades básicas de saúde e estabelecer critérios para que as pessoas sejam atendidas com maior qualidade, com mais resolutividade. Hoje, se inicia um novo momento para melhor atender a população desta região”, explicou José Cristiano Soster, diretor de Atenção Básica do Estado.

Planificação da Atenção à Saúde (PAS)

Projeto do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) para a organização dos processos de trabalho das unidades de saúde e para a promoção da integração das atenções Primária e Especializada. Presente em 25 regiões de saúde de 11 estados, a proposta consolida-se como a contribuição do Conass para a mudança do modelo de atenção vigente e implementação das Redes de Atenção à Saúde.

A proposta das Redes de Atenção à Saúde (RAS) é uma organização contínua das atenções primária, secundária e terciária. “A rede desorganiza a ordem hierárquica e orienta para a atenção crônica e aguda, se voltando não para indivíduos, mas para a população. O sujeito passa a ser agente da própria condição de saúde, ativado pela ferramenta do autocuidado apoiado”, explica Eugênio Vilaça. E complementa que, nestes termos, a ação passa a ser proativa e integral, contemplando prevenção, promoção, cura, reabilitação e paliação. A ênfase é no cuidado interdisciplinar em um sistema cujo ente de coordenação é a APS.

Fonte: Dab
Dab/workshop

Notícias relacionadas