Notícias /

Ação desenvolvida na UTI do HGCA é destaque em revista científica médica internacional

17/07/2019 16:00

Ação desenvolvida na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) foi destaque em uma das revistas científicas médicas mais importantes do Mundo. Trata-se da Revista Jama Network, que publicou ontem (16), artigo científico sobre o efeito da visitação familiar flexível no Delirium em pacientes na unidade de terapia intensiva.

Tornar o atendimento mais humanizado e centrado nas necessidades do paciente e de sua família é um desafio constante para as equipes das UTIs. No HGCA algumas iniciativas estão sendo colocadas em prática, dentro das unidades, a fim de promover a humanização, em especial a ampliação dos horários de visita, também conhecida como visita estendida, implantada desde 2017, e que tem dado resultados positivos na recuperação dos pacientes internados.

A iniciativa é desenvolvida em parceria com o Hospital Moinhos de Vento e o Ministério da Saúde, por meio do Programa de Apoio ao Desenvolvimento Nacional do Sistema Único de Saúde (Proadi-SUS). O HGCA foi um dos hospitais pioneiros na Bahia. Com a “Visita Estendida” os pacientes passaram a ter direito a um acompanhante por até 12 horas.

De acordo com o médico Lúcio Couto, coordenador da UTI do HGCA, estudos comprovam que a presença de um familiar por mais tempo próximo ao paciente diminui a ocorrência de delirium e o tempo de permanência na unidade. “No Brasil, 40 UTIs estão inseridas neste projeto, apenas três são na Bahia e o HGCA foi o primeiro a implantar. Temos resultados muito positivos com este projeto, tais como diminuição do tempo de internamento, menos nível de ansiedade e depressão de familiares, uma vez que os mesmos podem ficar na beira do leito por até 12 horas e acompanhar toda a evolução e tratamento do paciente’, afirmou Lúcio Couto.

No Hospital Clériston Andrade o estudo é coordenado pelo médico Lúcio Couto, com os seguintes autores: Paulo Henrique Panelli Ferreira, Daniela Cunha de Oliveira, Kátia Santana Freitas, Eduardo da Silva Oliveira, João Victor Morais de Melo e Maurício Gomes da Silva Serra.

Sobre o artigo, acesse: https://jamanetwork.com/

 

Notícias relacionadas